Esporte

Poliana Botelho revela choro por lesão que a tirou de estreia no UFC

04/11/2016 08h00

Poliana Botelho estreará no UFC apenas em 2017 - Alexandre Loureiro/Inovafoto

Poliana Botelho estreará no UFC apenas em 2017 – Alexandre Loureiro/Inovafoto

O sonho de Poliana Botelho em estrear no UFC foi adiado para 2017. Escalada para o UFC 206, no dia 10 de dezembro, em Toronto (Canadá), a promessa brasileira teve uma fratura na mão direita durante um treino e teve que desistir de enfrentar Valerie Letourneau.

Bastante chateada com o corte, a atleta da Nova União revelou que foi às lágrimas quando ficou sabendo que não poderia lutar. No entanto, Poliana garante que quer usar essa lesão para chegar ainda mais fortalecida ao maior evento de MMA do planeta.

"Fiquei muito chateada mesmo. Comecei a chorar na hora. É o sonho da minha vida que ia se realizar ainda este ano. Mas depois comecei a aceitar. Às vezes não era para ser agora. De qualquer maneira, não é isso que vai tirar meu foco e meu grande sonho. Foi uma das piores notícias que podiam acontecer, mas estou preparada e quando me recuperar voltarei ainda mais forte. Garanto que quando pisar pela primeira vez no octógono serei a guerreira que todos conhecem. Os percalços da vida me fazem cada dia mais forte. Em 2017, vou entrar com o pé direito", disse a mineira.

Poliana também relembrou como foi que se machucou. Segundo a brasileira, assim que aplicou um golpe ela já sentiu a dor e parou de treinar na hora. Quando foi ao hospital ficou constatada a lesão.

"Aconteceu no treino de sparring. Era um treino normal, como antes de qualquer duelo. Quando fui dar um overhand, já voltei gritando de dor. Não consegui continuar até o fim do treino. Já tirei a luva e fui direto para o hospital. No raio X mostrou que a mão estava quebrada. Chorei muito mesmo, mas agora estou melhor. A lesão só faz aumentar minha gana e minha vontade de fazer meu primeiro duelo no Ultimate", afirmou.

Aos 27 anos, a atleta peso-palha (52 kg) soma cinco triunfos e apenas uma derrota na carreira. Em todas as vitórias, a brasileira, que é especialista em muay thai, venceu suas rivais por nocaute ou nocaute técnico.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo