Esporte

Sem tempo a perder, ex-campeão se oferece para lutar em outras categorias

Getty Images/UFC
Frankie Edgar já foi campeão do peso leve do UFC Imagem: Getty Images/UFC

Ag. Fight

10/11/2016 08h00

 

Ex-campeão peso leve (70 kg) do UFC, Frankie Edgar retorna ao octógono neste sábado (12) diante do também americano Jeremy Stephens em sua primeira aparição após perder pela segunda vez uma disputa de cinturão para José Aldo. E em uma junção de fatos curiosa, ele se encontra em momento delicado.

Sem muitas esperanças de disputar o cinturão dos penas (66 kg) – a categoria conta com Aldo como dono do título interino e Conor McGregor como campeão linear -, o veterano deixou claro que pode aceitar convites em outras categorias no evento.

“Sou realista, não quero perder tempo enquanto posso lutar e tenho essa oportunidade”, narrou em conversa durante o "media day" na última quarta-feira (9). “Falavam sobre lutar nos penas quando eu era leve, agora falam dos galos (61 kg)… Eu tenho 35 anos e não corto muito peso. Gosto das coisas desse jeito, mas vamos ver. Não preciso ser o cara grande, diferentemente do Conor. Ele gosta de ser o cara três vezes maior do que os outros, perde muito peso para as lutas”.

Se competir nos galos pode ser uma opção, outra porta poderia se abrir com ainda mais aprovação do atleta. Afinal, com experiência na divisão de cima, Edgar garantiu que, pela oportunidade certa, voltaria a encarar os pesos leves do UFC.

”Se me dessem a oportunidade, eu lutaria na divisão dos leves. Não desperdiçaria essa oportunidade de jeito nenhum”, narrou, antes de se apressar em garantir atenção ao duelo no card de estreia do show do UFC em Nova York. “‘Estou concentrado na luta deste sábado, depois penso sobre o meu futuro e as próximas possíveis lutas”.

Natural do estado de Nova York, Frankie faz parte do card preliminar do evento enquanto Conor McGregor, com quem se acostumou a trocar farpas, faz a luta principal contra Eddie Alvarez, seu parceiro de treinos. Mas, mesmo apesar de estar virtualmente distante de enfrentá-lo, o americano não perde a chance de provocar o rival.

Eu e Conor tivemos inúmeras chances de lutar. E agora ele vem dizer que eu desperdicei minha chance. Ele gosta é de falar porque sabe que isso não vai acontecer”, ironizou, antes de analisar a situação do brasileiro José Aldo, que recentemente parece ter desistido de se aposentar do MMA.

”Acho que José Aldo ficou irritado quando foi deixado de lado, e disse que iria se aposentar. Mas se você quer parar pois você quer parar, posso ver isso acontecer. Mas se ele disse aquilo só por estar chateado, de cabeça quente, tenho certeza que irá se recuperar. Acho que ele voltará”, finalizou.

Quer receber notícias do MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo