Esporte

Rivalidade em alta! McGregor e Alvarez convencem Dana White a fazerem encarada final

11/11/2016 21h52

Conor e Alvarez fizeram encarada tensa em Nova York - Diego Ribas

Conor e Alvarez fizeram encarada tensa em Nova York – Diego Ribas

Depois de baterem o peso na manhã desta sexta-feira (11), os atletas escalados para o card de estreia do UFC em Nova York se dirigiram para a pesagem oficial no próprio ginásio Madison Square Garden. E diante das arquibancadas lotadas, Conor McGregor e Eddie Alvarez, estrelas principais da noite, deram mais uma prova de que o clima de inimizade tomou conta das ações.

Com total apoio da torcida, o irlandês entrou no ginásio primeiro e carregou a bandeira de seu país. Por sua vez, Alvarez se incomodou com as vaias e fez sinal para que a plateia ficasse calada, o que obviamente não funcionou.

Na hora da encara, uma surpresa. Previamente separados por Dana White, os atletas parecem convencer o chefão de que o pior não aconteceria e foram liberados a ficarem próximos, posição de onde trocaram insultos, para delírio dos fãs.

“É apenas um outro dia para mim. Faço isso toda semana”, bradou o campeão dos penas que busca se tornar o primeiro campeão em duas categorias ao mesmo tempo.

Para o co-main event da noite deste sábado, Tyron Woodley e Stephen Thompson mantiveram o respeito entre eles. E a confiança também. Sem muitas palavras e poucas trocas de olhares, os americanos prometeram deixar o histórico show com o cinturão dos meio-médios (77 kg).

Terceira luta na ordem de importância do UFC 205, as polonesas Joanna Jdrzejczyk e Karolina Kowalkiewicz disputam o cinturão dos pesos-palhas (52 kg) em rivalidade que parece exigir cada vez mais do psicológico de ambas. Sempre provocadora, a atleta da America Top Team encontrou uma rival à altura, pelo menos fora do octógono.

E se na encarada após a entrevista coletiva da última quinta uma cabeçada aplicada por Joanna chamou a atenção, na encarada protagonizada no ginásio o orgulho polonês falou mais alto. Com uma bandeira cada, as atletas invictas contaram com Dana White para separá-las antes mesmo que elas ficassem próximas.

Brasileiros sem polêmicas

Com três representantes em ação neste sábado, o Brasil passou ileso na pesagem para o show. Thiago ‘Pitbull’, Rafael ‘Sapo’ e Vicente Luque fizeram encaradas tranquilas e avançaram para seus desafios no octógono. Respectivamente, nossos atletas encaram Jim Miller, Tim Boetsch e Belal Muhammad.

O ponto negativo, no entanto, ficou por conta de Thiago Alves, que ficou por volta de seis quilos acima do limite permitido em sua estreia como peso-leve (70 kg) e acabou perdendo 20% de sua bolsa para o rival americano.

CARD PRINCIPAL

Eddie Alvarez x Conor McGregor
Tyron Woodley x Stephen Thompson
Joanna Jdrzejczyk x Karolina Kowalkiewicz
Chris Weidman x Yoel Romero
Kelvin Gastelum x Donald Cerrone
Miesha Tate x Raquel Pennington

CARD PRELIMINAR

Frankie Edgar x Jeremy Stephens
Khabib Nurmagomedov x Michael Johnson
Rafael ‘Sapo’ Natal x Tim Boetsch
Vicente Luque x Belal Muhammad
Jim Miller x Thiago ‘Pitbull’ Alves
Liz Carmouche x Katlyn Chookagian

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo