Esporte

Thominhas dá novo show, nocauteia no UFC SP e apaga mancha da derrota

20/11/2016 02h52

Thomas Almeida anotou mais um nocaute no UFC - Cleber Yamaguchi

Thomas Almeida anotou mais um nocaute no UFC – Cleber Yamaguchi

Como esperado, Thomas Almeida era promessa de luta agressiva e movimentada no octógono. E empurrado pela torcida do Ginásio do Ibirapuera, o peso-galo (61 kg) paulista mostrou que é mesmo um dos melhores lutadores do mundo e que merece enfrentar apenas os tops da categoria.

Depois de um breve estudo, o atleta da Chute Boxe encurtou a distância e lançou seu primeiro cruzado que serviu como cartão de visitas ao marrento adversário, que optou por testar seu boxe diante do brasileiro durante quase todo o primeiro round. Que erro!

Com varições constantes de socos em linha reta e cruzados, além de chutes baixos, Thomas imprimiu o ritmo e balançou o oponente no final do assalto. Mas, para sorte do atleta visitante, um vacilo no clinche terminou com o brasileiro por baixo e, após uma tentativa frustrada de levantar, com o rival em suas costas.

Mas passado o susto, o dono da casa acelerou o ritmo, no final do primeiro round e repetiu a dose no início da segunda etapa, até que o árbitro interrompesse a disputa. Com o triunfo, Thomas Almeida apagou a imagem da derrota de maio, a única de sua carreira, contra o americano Cody Garbrandt.

“Estou feliz por estar aqui. Minha última luta não foi boa, mas estou de volta. Foi meu pedido de desculpa. Quero o cinturão. Não sou de falar e desafiar, mas quero um top 10, depois um top 5 e depois o cinturão, quem sabe”, resumiu, para delírio da torcida.

Tumultuado

Ex-desafiante ao cinturão dos palhas (52 kg), Claudia Gadelha encarou a americana Cortney Casey, que se defendeu como pôde mas não resistiu ao amplo domínio físico da brasileira. No entanto, no último assalto, a atleta dona da casa se animou e ao ver a rival se levantando afobada aplicou um chute ilegal.

Conhecido como ‘tiro de meta’, o golpe deveria ter rendido um ponto negativo à brasileira. No entanto, o árbitro não teve pulso firme e Casey, demonstrando espírito esportivo, voltou para o combate após todo o tumulto causado durante os minutos de descanso em que ela se recuperava.

Ao fim dos três rounds, marcados basicamente pelas quedas e pressão de Gadelha por cima no chão, a alegria da torcida foi garantida pelo anúncio do triunfo por decisão unânime.

“Eu queria pedir desculpa, eu achei que ela iria levantar. Minha estratégia era bater no corpo, pois ela perde muito peso. Mas ela levantou apenas metade. Desculpa a ela e aos fãs que amam MMA”, afirmou a brasileira.

Decepção da torcida

Thales Leites era franco favorito diante de Krzysztof Jotko. No entanto, após um início parelho o brasileiro caiu de rendimento e deixou a desejar a partir do segundo round. Cansado, sem pressão e telegrafando golpes, o atleta da Nova União levou a pior em pé, foi derrubado e sofreu com o ground and pound do rival. Ao fim dos três rounds, Krzysztof  garantiu sua quinta vitória consecutiva entre os pesos-médios (84 kg) do UFC, enquanto que o brasileiro amargou o terceiro revés em suas quatro últimas apresentações.

Nigeriano ousado

Kamaru Usman é mesmo um lutador diferenciado. Com um preparo físico impecável, o meio-médio (77 kg) nigeriano cumpriu sua promessa e pressionou Warlley Alves desde o início. Sem dar tempo para o brasileiro respirar, ele minimizou o jogo em pé do carioca e, quando pôde, botou para baixo.

Aos poucos, o equilíbrio inicial deu espaço para um verdadeiro atropelo de Usman, que terminou o combate batendo por cima em um indefeso Warlley, que apenas resistiu até o soar do gongo. Esta foi a segunda derrota seguida do campeão do TUF Brasil 3.

“Já disse várias vezes, sou o melhor lutador de chão da categoria. O Demian também é  bom, mas sou melhor. Coloquem a gente para lutar. A categoria está tumultuada, coloquem a gente para ele ficar aquecido. Se isso acontecer, eu venço ele no primeiro round”, declarou o nada humilde nigeriano.

Decisão dividida

Sérgio Moraes tinha, ao menos em tese, uma tarefa não muito difícil. Parar Zak Ottow em sua cidade natal com o apoio de mais de 15 mil torcedores no Ginásio Ibirapuera. No entanto, apesar da vitória, a resistência do oponente aliada às falhas de estratégia do brasileiro tornaram o combate mais complicado do que o esperado.

Já no segundo assalto, Sergio demonstrou cansaço e, com cada vez menos força nos golpes em pé e sem conseguir derrubar, precisou colocar o coração em jogo para fazer a diferença na opinião dos jurados, que ainda ficaram em dúvida na hora de apontar o vencedor.

“As vezes eu não sei que luta os juízes enxergam. Vim de um empate, e prometo que não vou mais deixar isso acontecer. Não posso mais deixar para os juízes”, garantiu.

Acompanhe os resultados do UFC São Paulo:

Ryan Bader vs. Antônio Rogério Nogueira
Thomas Almeida nocauteou Albert Morales no 2º round;
Cláudia Gadelha venceu Cortney Casey por decisão unânime;
Krzysztof Jotko venceu Thales Leites por decisão unânime;
Kamaru Usman venceu Warlley Alves por decisão unânime;
Sérgio Moraes venceu Zak Ottow por decisão dividida;
Cezar 'Mutante' Ferreira
finalizou Jack Hermansson no 2º round;
Gadzhimurad Antigulov finalizou Marcos Rogério 'Pezão' no 1º round;
Johnny Eduardo nocauteou Manvel Gamburyan no 2º round;
Luis Henrique 'KLB' finalizou Christian Colombo no 3º round;
Pedro Munhoz finalizou Justin Scoggins no 2º round;
Darren Stewart venceu Francimar 'Bodão' por nocaute técnico no 1º round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo