Esporte

McGregor ironiza perda de título e provoca Zé Aldo: 'Cinturão de mentira'

LE Baskow/Las Vegas Sun/AP
McGregor disse se considerar campeão de duas categorias Imagem: LE Baskow/Las Vegas Sun/AP

Ag. Fight

03/12/2016 08h00

Nem mesmo a retirada do cinturão dos pesos-penas (66 kg) amenizou o discurso de Conor McGregor. Polêmico como sempre, o irlandês quebrou o silêncio diante de uma apresentação para os fãs em Belfast, na Irlanda do Norte na última quinta-feira (1º) e ironizou toda o cenário criado diante da dança das cadeira do UFC.

Em discurso divulgado por um fã no Youtube, McGregor garantiu que ainda se considera campeão de duas categorias, independentemente do que o UFC diga a respeito. E para isso, ele aponta para o fato de não ter perdido uma luta sequer entre os penas e por ter os dois cinturões, de fato, em sua casa.

“Tem essa coisa do UFC estar tentando tirar meu cinturão. Bom, isso não aconteceu”, provocou. “Eu ainda tenho os titulos, eles estão na minha casa agora. Ainda sou campeão do mundo em duas categorias. Alguém terá que vir e tirar eles de mim. Fisicamente. Leio artigos, vejo os sites, mas eu não vejo o cinturão longe de mim. Os cinturões estão na minha casa”.

Sem minimizar seu eloquente repertório de ironias, o irlandês, dono do cinturão dos pesos-leves (70 kg), provocou de uma vez só o rival José Aldo, a quem nocauteou em dezembro de 2015 para garantir o posto de campeão linear, e o UFC. Para isso, ele deixou claro que seguirá menosprezando qualquer decisão que aponte que ele não é, de fato, também o campeão dos penas.

“Os cinturões são meus. Eles podem dizer o que quiserem. Você pode brincar com esses cinturões de mentira o quanto quiser. José foi nocauteado. Eddie foi nocauteado. Vocês estão olhando para o campeão mundial em dois pesos e é isso. É isso. Direi isso ao UFC. Amo a empresa, mas vocês não enganam ninguém com isso. Mas boa sorte com isso”, ironizou, para delírio dos fãs.

Depois de vencer Aldo, ‘The Notorius’ se recusou a dar a revanche ao brasileiro e realizou três lutas em divisões mais pesadas. A última delas, em novembro deste ano, contra Eddie Alvarez, lhe garantiu o título dos leves no show de estreia do UFC na cidade de Nova York, no Ginásio Madison Square Garden.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo