Esporte

Campeão do UFC minimiza sufoco sofrido e garante controle total da luta

05/12/2016 08h00

'DJ' alcançou a marca de nove defesas de cinturão na divisão dos moscas - Diego Ribas

‘DJ’ alcançou a marca de nove defesas de cinturão na divisão dos moscas – Diego Ribas

A luta principal do TUF Finale 24, realizado no último sábado (3), foi marcada por mais uma atuação dominante de Demetrious Johnson, atual primeiro colocado peso-por-peso do ranking do UFC  e campeão da categoria dos moscas (57 kg). ‘DJ’ enfrentou o campeão do reality show ‘The Ultimate Fighter 24’, Tim Elliot, e tomou um susto logo no começo do combate após quase ser finalizado por uma guilhotina. Mas, durante a coletiva de imprensa pós-evento, o rei da divisão garantiu não ter se sentido ameaçado durante a luta, além de revelar que nem sequer foi machucado por seu oponente.

O show foi realizado no ginásio do Hotel Cassino ‘Palms Casino Resort’, em Las Vegas (EUA), e tinha Johnson como o grande favorito da noite. No entanto, quem começou melhor no combate foi Elliot, que encaixou uma guilhotina e logo depois partiu para o triângulo de mão, o que pareceu ter colocado o campeão perto de desistir ainda no assalto inicial. Mas não é a toa que ‘DJ’ é considerado o melhor atleta de MMA da atualidade, e ele conseguiu se recuperar e vencer todos os rounds seguintes de forma dominante e conquistar a vitória por decisão unânime. Quando perguntado sobre o momento difícil, Johnson fez questão de minimizar a situação de perigo e os golpes do adversário.

“Tim Elliot é animal, ele tentou a guilhotina e o triângulo de mão mas eu estava tranquilo, fiz o sinal de positivo para o Herb Dean (juíz do combate) e disse que estava tudo ok. Ele veio pra cima e tentou me esmagar, isso é o que eles precisam fazer quanto lutam contra mim. Quando estávamos no clinche ele ficou dando aqueles socos mas eu estava bem, nem sequer machucou, não causou dano. Ele não fez nada que me deixou preocupado, nada na minha cabeça dói”, afirmou.

Com essa vitória, Demetrious Johnson chegou a nona defesa de título seguida e a apenas uma de igualar o recorde de Anderson Silva dentro da organização. O campeão venceu quase todos possíveis oponentes dentro da divisão, e já cogita lutar em outras categorias de peso acima caso bata a marca do brasileiro, ex-número um dos pesos-médios (84 kg).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo