Esporte

Dana dispara contra dirigente e alerta sobre associação: "É um negócio"

Alex Trautwig/Getty Images
Imagem: Alex Trautwig/Getty Images

Ag. Fight

07/12/2016 11h58

 

Na última quarta-feira (30), o mundo do MMA viu uma verdadeira união de lutadores pela primeira vez na história. Liderados por Georges St-Pierre e Tim Kennedy, um grupo de cinco atletas e um dirigente anunciou oficialmente a criação da Associação de Atletas de MMA (MMAAA, na sigla em inglês). Eles fizeram duras críticas ao UFC e exigiram maior participação nos lucros da empresa, além de melhores condições de trabalho. Curiosamente, o ex-presidente do Bellator, Bjorn Rebney, foi um dos fundadores da nova entidade. E ele alimenta uma antiga rivalidade com Dana White, presidente do Ultimate.

Em entrevista ao podcast ‘UFC Ulfiltered’, Dana se esquivou de tecer comentários a respeito da nova associação sob a justificativa de que ainda não tem conhecimento suficiente sobre a entidade. No entanto, o dirigente fez questão de criticar Bjorn por sua participação na associação.

“Olha, eu não sei tanto assim para poder realmente falar sobre o assunto. A única coisa que eu preciso saber é que o maior bundão na história do mundo da luta – Bjork – está envolvido nesse negócio”, declarou.

O dirigente foi além e fez um alerta aos seus lutadores sobre as intenções dessas organizações. Para ele, as entidades estão mais interessadas no dinheiro dos atletas do que propriamente ajudá-los, e ter Bjork como um dos líderes da MMAAA não é um bom sinal, de acordo com Dana White.

“E se você é um lutador – ouça, existem três uniões por aí agora lutando entre si. E se você é um lutador, esses caras estão tentando colocar a mão no seu bolso. É um outro negócio, é um negócio onde os caras farão dinheiro. E se você é um lutador e é isso que você quer fazer, você tem que decidir que mão você quer no seu bolso. E eu garanto a você, você não quer a mão do Bjork no seu bolso. Sabe o que quero dizer?”

Após o anúncio da criação da associação, o Ultimate se manifestou rapidamente. Em uma curta declaração ao mesmo portal americano, um membro do maior torneio de MMA do mundo garantiu respeitar a posição de todos atletas de seu plantel e prometeu estar disposto a ouvir a associação em busca de melhorias para o esporte.

Quer receber notícias do MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo