Esporte

Tim Kennedy explica e minimiza presença de ex-CEO do Bellator em associação

09/12/2016 15h57

Tim Kennedy enfrentará Kelvin Gastelum no UFC 206 - Diego Ribas

Tim Kennedy enfrentará Kelvin Gastelum no UFC 206 – Diego Ribas

A criação da Associação de Atletas de MMA (MMAAA, na sigla em inglês) caiu como uma bomba no mundo do esporte. Mas um dos fatores que mais chamou a atenção foi a presença de um ex-CEO do Bellator entre os cinco proeminentes lutadores fundadores da nova entidade. E existe uma explicação para isso.

De acordo com Tim Kennedy, um dos criadores da organização, a presença de Bjorn Rebney é necessária em função do seu conhecimento de mercado. Na opinião do peso-médio (84 kg) do UFC, sem a presença de alguém com a experiência de um promotor, a entidade nunca sairá do lugar.

“Nós precisamos de alguém com o conhecimento de um promotor. Não temos como caminhar para frente sem isso. E tem poucas pessoas no planeta com essa experiência”, explicou em entrevista para o site ‘MMA Fighting.

Apesar de deixar claro que não se arrepende de ter aceitado a participação do ex-dirigente do Bellator na associação, Kennedy garantiu que a voz da entidade será dos lutadores. Segundo o atleta, Bjorn é polêmico e a dinâmica dentro da MMAAA mudará após as próxima lutas de seus fundadores (tirando Georges St-Pierre, que ainda não definiu seu futuro, Cain Velasquez, Tim Kennedy, Donald Cerrone e TJ Dillashaw atuarão ainda neste mês).

“Quatro de nós temos lutas importantes chegando. Ele dominou as manchetes porque nós lutaremos em breve. A voz mudará. O que ele fala, não importa. A voz da associação, será centrada nos lutadores. Depois das lutas, a dinâmica mudará. Bjorn confronta e causa confusão. Eu não gosto dessa forma. Isso aqui é profissionalismo, é sobre remodelar o esporte e nós temos que estar acima disso. Nós precisamos nos tornar um esporte de adulto profissional”, declarou.

Após o anúncio da criação da associação, o Ultimate se manifestou rapidamente. Em uma curta declaração ao site 'MMA Fighting', um membro do maior torneio de MMA do mundo garantiu respeitar a posição de todos atletas de seu plantel e prometeu estar disposto a ouvir a associação em busca de melhorias para o esporte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo