Esporte

Holloway nocauteia Pettis, conquista cinturão interino e desafia Aldo

Brandon Magnus/Zuffa LLC
Max Holloway é o novo campeão interino da divisão dos penas Imagem: Brandon Magnus/Zuffa LLC

Ag. Fight

11/12/2016 03h57

Max Holloway livrou o Ultimate de uma grande encrenca. De forma incontestável, o havaiano foi superior a Anthony Pettis – que não havia batido o peso ontem – na luta principal do UFC 206, disputado na madrugada de sábado (10) para domingo, conquistou o cinturão interino da divisão dos penas (66 kg) por nocaute técnico no terceiro round e será o próximo a desafiar o brasileiro José Aldo, atual campeão linear da divisão.

“Nás não conseguimos achar o Aldo. Cadê você, José Aldo? Quero essa luta no Brooklyn, em fevereiro! Vamos fazer isso! Isso aqui é só o meu convite para o Aldo. Dana White, ninguém vai me parar”, disparou o americano ainda dentro do octógono após vencer Pettis, e se referindo ao card do UFC 208, que acontecerá em 11 de fevereiro.

De quebra, a vitória também significou o retorno de Pettis ao peso-leve (70 kg), algo que foi anunciado pelo próprio ex-campeão logo que acabou o duelo.

A LUTA

O duelo já tinha os ânimos exaltados antes mesmo de começar. Holloway foi ao centro do octógono e ofereceu a mão para tocar, mas foi devidamente ignorado por Pettis. A luta então começou com os dois atletas trocando bons golpes e variando momentos de superioridade, mas o havaiano teve leve vantagem no primeiro round.

Na segunda etapa essa vantagem se tornou mais clara quando ‘Showtime’ foi a knockdown após uma boa sequência de Holloway. O ex-campeão dos leves, no entanto, resistiu bem a pressão, mas não conseguiu se encontrar no jogo para voltar a pressionar o rival. No intervalo para o terceiro round a situação do americano parecia pior quando ele disse ao seu córner que acreditava ter quebrado a mão.

Na volta para o terceiro assalto, Pettis sofreu com seguidas quedas de Holloway, mas o lance derradeiro veio quando os dois estavam em pé. Max deu um golpe rodado e seguiu com uma sequência de golpes que obrigaram o rival a se ajoelhar no chão e o árbitro a intervir em seu favor.

CARD PRINCIPAL

Max Holloway venceu Anthony Pettis por nocaute técnico no terceiro round;
Donald Cerrone venceu Matt Brown por nocaute no terceiro round;
Cub Swanson venceu Doo Ho Choi por decisão unânime;
Kelvin Gastelum venceu Tim Kennedy por nocaute no terceiro round;
Emil Weber Meek venceu Jordan Mein por decisão unânime dos juízes laterais.

CARD PRELIMINAR

Misha Cirkunov venceu Nikita Krylov por finalização (guilhotina) no primeiro round;
Olivier Aubin-Mercier venceu Drew Dober por finalização (mata-leão) no segundo round;
Viviane 'Sucuri' venceu Valérie Létourneau por decisão dividida dos juízes laterais;
Matthew Lopez venceu Mitch Gagnon por decisão unânime dos juízes laterais;
Lando Vannata venceu John Makdessi por nocaute no primeiro round;
Rustam Khabilov venceu Jason Saggo por decisão unânime dos juízes;
Dustin Ortiz venceu Zach Makovsky por decisão dividida dos juízes.

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo