Esporte

UFC deixa Cris Cyborg de lado e põe cinturão inédito em jogo sem brasileira

Reprodução
Holly Holm e Germaine de Randamie duelam em Nova York Imagem: Reprodução

Ag. Fight

14/12/2016 05h14

 

Depois de anos de polêmicas e declarações atravessadas entre Cris ‘Cyborg’ e o presidente do UFC Dana White, o cartola enfim decidiu ouvir a brasileira e abrir a categoria peso pena (66 kg) no evento. No entanto, a negativa da atleta da Chute Boxe em competir no card de fevereiro pareceu irritar o patrão, que bateu o pé e criou a divisão feminina mesmo assim.

Nesta terça-feira (13), Dana White afirmou ao programa ESPN’s SportsCenter que Holly Holm e a holandesa Germaine de Randamie duelam no dia 11 de fevereiro, em Nova York (EUA), pelo cinturão dos penas. Caso vença a disputa, a americana, ex-campeã dos galos (61 kg) e responsável por quebrar a invencibilidade de Ronda Rousey, será a primeira lutadora a conquistar dois títulos do UFC.

O show de número 208 também deve contar com outra disputa de título. Conforme afirmou a jornalistas brasileiros na última segunda-feira, José Aldo está escalado para encarar Max Holloway na mesma data, em confronto válido pela unificação dos títulos dos penas masculino.

Quer receber notícias do MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo