Esporte

Werdum critica Velasquez e ironiza Cigano: "Sai do armário, eu sou casado"

Rey Del Rio/Getty Images
Sem Velasquez, Werdum ficou sem adversário no UFC 207 Imagem: Rey Del Rio/Getty Images

Ag. Fight

25/12/2016 10h57

Apenas seis dias antes do UFC 207, a Comissão Atlética de Nevada (NAC, na sigla em inglês) impediu a participação de Cain Velasquez no último evento do maior torneio de MMA do mundo no ano. E, além dos fãs, quem foi diretamente afetado com isso foi o brasileiro Fabricio Werdum, que enfrentaria o americano de origem mexicana em uma revanche bastante aguardada. Em conversa exclusiva com a Ag. Fight, o gaúcho revelou que não lutará mais no dia 30 de dezembro, deu sua opinião sobre seu antigo oponente e ainda atacou Junior Cigano.

Primeiramente, Cigano falou com a organização do Ultimate e garantiu que não haverá substituto de última hora para Velasquez. O brasileiro criticou a forma como o americano expôs seus problemas físicos antes do combate, falando repetidas vezes que faria uma cirurgia nas costas logo após o evento, o que levantou suspeitas da comissão e fez com que eles exigissem exames detalhados.

“Falei com o Ali [seu empresário] e não vai rolar a luta mesmo. Não vai ter luta, estou bem estressado por isso. Acho falta de respeito pela parte do Cain Velasquez. É a terceira vez que acontece isso. Não duvido do machucado dele, mas então não fala, não fica disposto para lutar. Se resolve, se cura e depois luta. Como que o cara vai anunciar uma cirurgia antes da luta? Nunca tinha visto isso antes na vida. Não existe isso. Já está mostrando debilidade”, afirmou o ex-campeão dos pesados.

Antes mesmo de ser confirmada a ausência de Velasquez no card, Cigano já havia dito que estaria pronto para substituir qualquer um dos dois que se machucasse e andou dando cutucadas em Werdum. O gaúcho aproveitou para mandar seu recado ao antigo rival.

“Outra coisa que saiu na mídia foi do Cigano. Em nenhum momento foi cogitada a luta com o Cigano pelo UFC, não foi me feita essa proposta, ninguém me ligou. Então foi tudo da cabeça dele para poder se promover. Para ver como o Cigano está procurando fama ou não sei, está querendo aparecer. Antes ele era um cara que não falava muito e os fãs gostavam muito mais dele”, garantiu Werdum, que aproveitou para provocar o compatriota.

“Se olhar, vai ver que tem fã chamando ele de invejoso. Eu não acho que ele é invejoso. Só pode ser que ele não saiu do armário e está procurando alguém, não sei. Eu já aviso antes, sou casado. Não vem querer nada, pois sou casado. Saia do armário e vá procurar outro. Normalmente, o cara fala do campeão, e não de outro oponente. Não consigo entender essa coisa que ele tem comigo. Para ser bem claro, não tenho nada contra homossexuais, absolutamente nada, todos têm direitos iguais. mas sou casado”, encerrou.

A luta principal do UFC 207 será entre a Amanda Nunes e Ronda Rousey. O duelo marcará o retorno da norte-americana ao octógono e a primeira defesa de cinturão dos galos (61 kg) da brasileira. Além disso, Dominick Cruz colocará o seu título masculino dos galos também em jogo contra Cody Garbrandt.

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo