Esporte

Campeã olímpica de judô aconselha Ronda Rousey a mudar de treinadores

Ag. Fight

05/01/2017 11h00

A forma rápida e avassaladora como Ronda Rousey foi nocauteada por Amanda Nunes na luta principal do UFC 207 pegou muita gente de surpresa. Ex-judoca, a americana não conseguiu usar seu jogo de quedas e foi atropelada em apenas 48 segundos pela brasileira até que o árbitro central interrompesse o combate. E agora foi a vez de Kayla Harrison, bicampeã olímpica de judô dar o seu parecer sobre a apresentação da loira.

Fazendo uma análise mais abrangente do atual momento de Ronda, Kayla sugeriu para que a ex-campeã dos galos (61 kg) do UFC repense algumas pessoas que estão ao seu redor. A norte-americana também tomou o exemplo próprio para dizer que ‘Rowdy’ necessita se encontrar.

“Acho que ela tem muitas pessoas ao seu redor que não necessariamente tem o melhor interesse em Ronda de coração. Acho que ela precisa ter um bom e duro olhar sobre isso e talvez voltar ao início, talvez voltar para sua família, talvez voltar aos treinadores originais que ajudaram ela a ter sucesso e dizer: ‘ok, realmente sei que essas pessoas se importam comigo’. Não como lutadora, não como máquina de fazer dinheiro, não como atriz, não como celebridade. Mas como Ronda”, afirmou Kayla.

“Ela apenas precisa saber que as pessoas que realmente se importam com ela estarão lá não importa o que acontecer. Digo, Deus me livre perder ou se tivesse perdido as Olimpíadas, acho que pessoas que eu amo continuariam a me amar não importa se eu tivesse vencido ou perdido. E ela deveria ter isso. Acho que ela precisa estar cercada dessas pessoas neste momento. Procurar um pouco em sua alma. Acho que ela precisa descobrir o que ela quer fazer em sua vida e o que ela quer realizar, o que realmente faz Ronda feliz”, completou.

Além dos conselhos acima, Kayla acredita que o duelo pelo cinturão após mais de um ano afastada do octógono não fez bem para Ronda Rousey. A judoca tida como futura sucessora da loira no MMA acredita que seria melhor para a ex-campeã ter tido outra luta menos importante antes de disputar a cinta.

“Ela provavelmente deveria ter tido uma luta antes daquela, só para voltar ao ritmo. O lance sobre o judô e quando estamos acostumados a lutar é que eu posso perder no Paris Grand Slam, mas um mês depois eu vou estar lutando no Grand Prix da Hungria então estou sempre lá e sempre treinando. Estou sempre pensando na próxima luta. Não tenho um ano para pensar sobre uma derrota ou pensar o quão ruim foi aquilo. Então acho que ela deveria ter pego, não digo que uma luta de aquecimento, mas alguma luta para poder aliviar ao invés de voltar logo para lutar pelo título como foi”, finalizou.

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo