Esporte

Woodley revela motivo para Nick Diaz recusar duelo no UFC

05/01/2017 15h15

Tyron Woodley é o campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC - Diego Ribas

Tyron Woodley é o campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC – Diego Ribas

Sem adversário definido para a sua próxima luta, Tyron Woodley segue em busca de um grande nome para enfrentar no octógono. Atual campeão dos meio-médios (77 kg) do Ultimate, o americano desafiou Nick Diaz em mais de uma oportunidade em dezembro passado para um duelo no UFC 209, evento que será realizado no próximo dia 4 de março em Las Vegas (EUA). No entanto, após conversar pessoalmente com o irmão de Nate Diaz, o ‘Chosen One’ respeitou a decisão do rival de recusar o combate.

Durante uma entrevista no episódio da última terça-feira (3) do programa ‘Rapid Fire’, Woodley revelou que esteve com Diaz e que após uma conversa com o californiano entendeu seus motivos para querer outro adversário. De acordo com o campeão, Nick quer e pode conseguir uma luta que lhe renda um salário com cifras ainda mais altas.

“Eu perguntei ao Nick. Encontrei ele em uma boate. Falei com ele pessoalmente. Não é que o Nick esteja com medo de lutar, sabe? Ele não tem medo de lutar contra Robbie, Conor ou contra mim. O Nick quer ser pago. Ele já fez isso no passado e se saiu bem. Enfrentou o Anderson Silva por quase um milhão de dólares. Ele sabe que puxa ao extremo. Ainda mais o evento sendo o 209, ele sabe o que isso significa e o quanto ele vale para esse card. Então eu não posso atacar ele por isso. É mais uma situação dele querer ser bem pago”, declarou antes de garantir que está buscando seu espaço e reconhecer que Nick Diaz ainda tem mais nome que ele.

“Essa é a verdade. Eu posso sentar aqui e agir como se fosse o cara, mas o Nick Diaz atrai mais público que eu. Ele tem mais nome que eu. Eu quero lutar contra ele porque reconheço isso. Sei que sou o campeão mundial mas ele é uma lenda. Estou tentando arrumar lutas contra nomes como Robbie Lawler, Nick Diaz, GSP e Conor McGregor para que eu também me torne uma lenda. Aí as pessoas vão querer me enfrentar pelo mesmo motivo que eu quero lutar contra o Nick. É isso, não tem nada pessoal. Eu respeito ele como lutador”, afirmou.

Apesar de estar pedindo grandes nomes ao Ultimate, Woodley pode ter que enfrentar Stephen Thompson antes de realizar qualquer outro combate. Afinal de contas, os dois atletas empataram na primeira defesa de cinturão realizada pelo campeão em novembro passado. Além disso, o brasileiro Demian Maia também aguarda a sua oportunidade de disputar o título da categoria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo