Esporte

Cigano acusa Werdum de fugir pela terceira vez e garante cinturão em 2017

18/01/2017 15h28

Cigano foi campeão peso-pesado do UFC entre os anos de 2011 e 2012 - Erik Engelhart

Júnior Cigano foi campeão peso-pesado do UFC entre 2011 e 2012 – Erik Engelhart

A situação não está fácil para Júnior ‘Cigano’ dos Santos dentro do Ultimate. Anteriormente com luta marcada contra Stephan Struve pelo combate principal do UFC Fight Night 105, evento que será realizado no próximo dia 19 de fevereiro em Halifax (Canadá), o brasileiro está temporariamente sem adversário após o gigante holandês lesionar o ombro. Ex-campeão peso-pesado da organização, ele apontou que Fabricio Werdum era a primeira opção do evento para substituir o atleta, mas garantiu que ‘Vai Cavalo’ evitou enfrentá-lo novamente. E apesar de ainda não te encontrado um substituto, o catarinense demonstrou confiança e cravou que terminará o ano de 2017 como campeão.

Júnior dos Santos e ‘Vai Cavalo’ já se enfrentaram anteriormente, e talvez esteja aí a explicação para o gaúcho recusar a luta. No combate em questão, realizado em outubro de 2008, Werdum foi nocauteado ainda no primeiro round, o que surpreendeu a muitos fãs e especialistas de MMA - essa era a estreia do catarinense no Ultimate. De acordo com Cigano, essa já é a terceira vez que seu rival evita enfrentá-lo.

“Nós não sabemos a situação ao certo. O Ultimate nos disse que está procurando um oponente, especialmente porque faríamos o a luta principal do evento em Halifax. Continuo treinando e no aguardo de novidades. Werdum era a primeira opção do UFC. Antes mesmo de falarem comigo falaram com ele, mas de novo recusou. Eu não sei as razões, mas ele não aceitou novamente. Acho que é a terceira vez nos últimos meses que ele recusa me enfrentar. Isso não faz sentido”, revelou ao site MMA Junkie.

Após apontar sua insatisfação sobre Werdum, Júnior dos Santos deixou claro seus planos para o ano de 2017. Confiante, ele questionou que os possíveis desafiantes vêm de vitórias contra Travis Browne, atleta que vive má fase dentro do Ultimate, e garantiu estar qualificado para disputar o cinturão dos pesados. De acordo com Cigano, ele será o rei da categoria até o fim do ano - posto que foi seu entre os anos de 2011 e 2012, após nocautear o até então invicto Cain Velasquez no primeiro assalto.

“Acho que estou mais do que qualificado para disputar o cinturão. Os outros possíveis nomes para disputar o título vêm de vitórias contra Travis Browne. Então qual a diferença de eu vir de uma vitória contra Rothwell? Estou mais do que qualificado para lutar pelo cinturão. Mas essa é a questão, eu não escolho adversários ou lutas. É assim que sempre fui em minha carreira. Tenho certeza que em 2017 provarei até para aqueles que não acreditam que estou dizendo a verdade. Eu terminarei esse ano como campeão peso-pesado, não tenho dúvida disso”, afirmou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo