Esporte

Em busca de grande luta, Bisping dispara: "Se for o Anderson Silva, ótimo"

Action Images via Reuters / Matthew Childs Livepic
Michael Bisping já venceu Anderson Silva em 2016 Imagem: Action Images via Reuters / Matthew Childs Livepic

Ag. Fight

25/01/2017 14h11

Campeão peso-médio (84 kg) do Ultimate, Michael Bisping deve passar os próximos meses fora dos octógonos em virtude da cirurgia que fará no joelho. A lesão atrasou sua segunda defesa de cinturão, que como o próprio inglês já havia revelado provavelmente seria contra Yoel Romero. No entanto, o veterano revelou em recente entrevista ao site Champions.co que seu objetivo agora é fazer um combate que lhe renderá dinheiro, e não descartou a possibilidade de enfrentar Anderson Silva.

O possível combate contra o brasileiro seria a reedição do duelo ocorrido em fevereiro de 2016, quando Bisping venceu em seu país natal por decisão unânime – mesmo depois de quase ter sido nocauteado no terceiro round. O inglês ainda se mostrou aberto a enfrentar Romero em sua próxima defesa de título, mas hesitou sobre a capacidade do cubano em fazer lutas capazes de gerar grandes lucros.

“Eu quero a maior luta possível. Não me incomodo em enfrentar o desafiante número um, mas nesse estágio da minha carreira já enfrentei os melhores. Quero a maior luta possível, e com isso quero dizer a que mais me dará dinheiro. Eu mereço receber isso. Se for o Romero, então tudo certo. Caso não seja o Romero, se for o Anderson Silva, ótimo, ou se for o Georges St-Pierre tudo bem. Não me importo sobre quem será o oponente, nenhum deles me incomoda. Sou o campeão do mundo e pegarei a todos, mas eu quero a maior luta possível”, afirmou.

Após analisar seus interesses e os possíveis desafiantes ao seu posto, Bisping revelou já ter inclusive conversado com Dana White, presidente do UFC, sobre seu próximo duelo. No entanto, em virtude da lesão que sofreu, Bisping apontou um possível retorno aos octógono em três meses. Atualmente com 37 anos, ele irá em busca de sua sexta vitória seguida na organização.

“Primeiramente, eu ainda sou o campeão peso-médio do mundo. Devo defender esse cinturão, simples assim. Dana White recentemente me contatou e falou sobre uma luta recente, mas eu estou passando por alguns problemas no meu joelho e terei que passar por uma cirurgia. Talvez no final de abril, maio, ou algo assim eu vá pegar uma luta”, analisou.

Com relação a uma possível revanche com Spider, o brasileiro antes precisa passar por Derek Brunson. Anderson Silva enfrentará o americano no dia 11 de fevereiro, no UFC 208. Além disso, outros atletas como Ronaldo ‘Jacaré’, Chris Weidman e Luke Rockhold aparentemente estão à frente do paulista ex-campeão dos médios.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo