Esporte

Julianna Peña provoca e pede que Amanda "não corra para outra divisão"

Rigel Salazar/ Ag Fight
Penã apontou o desejo de se tornar o rosto do MMA feminino Imagem: Rigel Salazar/ Ag Fight

Ag. Fight

27/01/2017 13h45

Os recentes comentários de Amanda Nunes, detentora do cinturão peso-galo (61 kg) do Ultimate, de que gostaria de lutar pelo título da recém-criada divisão feminina dos penas (66 kg) não agradaram uma possível desafiante ao seu posto. Atual segunda colocada do ranking na categoria da brasileira, Jullianna Penã criticou a postura da campeã. De acordo com a americana de ascendência venezuelana, a ‘Leoa’ deve primeiro enfrentar suas rivais no peso atual antes de sonhar com voos mais altos.

Campeã do TUF 18 (reality show do UFC), Penã enalteceu a competitividade da categoria dos galos feminina - uma vez que desde novembro de 2015 o cinturão já passou pela mão de quatro atletas diferentes: Ronda Rousey, Holly Holm, Miesha Tate até chegar à brasileira. Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, a americana também fez questão de analisar o fato de ter vencido Cat Zingano, última lutadora a desbancar Amanda Nunes, o que lhe dá ainda mais confiança em uma futura disputa pelo título.

“Eu acho que ainda há muita competição na categoria dos galos e que ela precisa considerar isso antes de correr para outra divisão. Se Deus quiser, eu passarei por essa luta e seguirei invicta no UFC. Se eu fosse a campeã, eu primeiro limparia minha categoria antes de correr para outra. Cat Zingano venceu a Amanda e eu dominei a Zingano. Acho que é justo pensar que eu posso aguentar qualquer peso-galo que subir no octógono”, afirmou.

Após analisar a divisão e opinar sobre os recentes comentários de Amanda, a americana de 27 anos foi além e apontou o desejo de se tornar o rosto do MMA feminino - posto que está vago desde que a atleta mais popular do esporte, Ronda Rousey, ainda não definiu se continuará sua carreira dentro do octógono.

“Agora que Ronda está fora, eu adoraria ser essa pessoa. Amaria ser um modelo para essas pequenas garotas que estão me vendo ou procurando por alguém a quem olhar. Adoraria assumir esse papel, o de ser o rosto do MMA feminino”, relatou.

Julianna Penã entrará em ação no próximo sábado (28), quando enfrentará Valentina Shevchenko, atual primeira colocada no ranking da categoria, em combate que poderá definir a próxima desafiante ao cinturão de Amanda Nunes. Até o momento, a americana segue invicta no UFC e acumula quatro vitórias desde que chegou à organização.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo