Esporte

McGregor critica "haters" de Ronda Rousey: "Celebrar derrotas é fraqueza"

Reprodução
Conor McGregor com Ronda Rousey em um evento promocional: apoio à lutadora Imagem: Reprodução

Ag. Fight

31/01/2017 07h00

Conor McGregor e Ronda Rousey são dois dos maiores nomes do UFC na atualidade. No entanto, a dupla segue caminhos diferentes dentro da organização. Enquanto o falastrão é o dono do cinturão peso leve (70 kg), Rowdy vem de uma sequência de duas derrotas e vê seu antigo título, o da divisão dos galos feminina (61 kg), se distanciar ainda mais de suas mãos. E em meio a má fase da atleta, o irlandês deixou seu lado polêmico de lado e garantiu não ter celebrado a queda de rendimento da loira, a quem ele disse amar.

A relação entre McGregor e Ronda não é muito próxima, o que não o impediu de revelar que sempre a apoiou. Com a derrota da judoca em mente, ele aproveitou para alfinetar aqueles que celebraram seu tropeço - o que, de acordo com ele, é um sinal de fraqueza. E na tentativa de comprovar seu ponto de vista, o irlandês apontou um caso pelo qual passou. O campeão dos leves afirmou ter vivido situação semelhante quando perdeu para Nate Diaz e muitos celebraram seu revés – em combate realizado em março de 2016.

“Quando Ronda perdeu, eu acordei com as mensagens: ‘Agora vamos ver o que eles fazem’. O que? Eu não celebrei aquilo. Eu amo ela, sempre a apoiei. E no momento que ela perde as pessoas tentam me fazer celebrar isso: ‘Agora eles não têm ninguém’. Essa mentalidade está errada. Não celebro a derrota de uma pessoa assim. Isso é fraqueza, uma pessoa fraca é quem faz isso. Tiveram pessoas que tentaram celebrar minha derrota que não tinham nada a ver com aquilo. Isso não é a atitude de um campeão, não um campeão de verdade”, afirmou.

Após apontar a fraqueza de quem celebra a derrota de outro lutador, o irlandês foi claro ao defender a opção de Ronda por evitar a mídia e o público nas semanas que antecederam seu último duelo, realizado no último dia 30 de dezembro. McGregor apontou para o fato de que cada atleta age de forma diferente, e ressaltou que a atitude da lutadora só é questionada porque ela perdeu.

“Ela lidou com isso de uma forma. Não acho que a maneira na qual ela lidou com isso estava incorreta. Ela fez o que tinha que fazer. Ela saiu dos holofotes e focou na sua preparação. Ela foi atingida logo no começo e caiu, foi isso. Esse é o mundo das lutas, um negócio cruel. Eu lidei com isso da maneira que senti que precisava lidar. Eu sou convencido demais, mas se você vier até mim e me bater, estarei atrás de você, de todos e direi: Você me pegou, e eu te pegarei na próxima”, relatou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo