Esporte

Promessa dos pesados revela início no MMA por "hobby"

Matthew Stockman/AFP
Ngannou perdeu apenas uma luta como atleta profissional Imagem: Matthew Stockman/AFP

Ag. Fight

31/01/2017 08h01

 

Francis Ngannou entrou de vez na mira dos principais atletas da divisão dos pesados após sua ótima vitória fulminante diante do experiente atleta e ex-campeão do UFC Andrei Arlovski no último sábado (28), em Denver (EUA). Mas você sabia que o camaronês com nacionalidade francesa chegou ao MMA por acaso? Pois foi isso que o próprio atleta revelou.

Em entrevista ao programa ‘MMA Hour’, Ngannou mostrou empolgação ao falar de sua carreira como lutador. Atuando profissionalmente desde 2013, o camaronês que chegou até a morar na rua possui apenas uma derrota. Desde que entrou no Ultimate foram cinco vitórias e nenhum revés.

“Eu não tenho tempo para pensar em nada. Eu comecei a lutar MMA de hobby. Quando escolhi fazer minha carreira no MMA, eu coloquei tudo aqui. Já estou com a marcha engatilhada e sei que posso vencer qualquer um”, afirmou o peso pesado.

Assim como a carreira de lutador de MMA, parece que o duelo com Andrei Arlovski não estava necessariamente em seus planos. Ngannou revelou que já tinha se programado para retornar ao seu país natal onde passaria as festas de fim de ano com sua família, mas a possibilidade do duelo o fez mudar tudo o que havia planejado.

“Eu estava pronto para ir para o Camarões para passar o natal e o réveillon com a minha família. Então o meu empresário me disse da oportunidade de enfrentar o Andrei Arlovski mas que não tínhamos muito tempo. Eu cancelei a viagem para o Camarões e fiquei para essa luta”, relembrou.

Ngannou nocauteou Arlovski em apenas 1min32s de luta. Atualmente ocupando uma vaga entre os dez melhores de sua divisão, o camaronês sonha com voos mais altos e mira no ex-campeão Cain Velasquez para a próxima vez que retornar ao octógono.

“Eu tenho três ou quatro meses até a minha próxima luta e eu acho que Cain Velasquez estará pronto nesse período. Eu penso no Velasquez, no Werdum e no Miocic. Mas se tiver que escolher um eu quero o Velasquez”, sentenciou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo