Esporte

Belfort faz apelo para que lutadores de MMA se organizem em associações

Martin Rickett / PA via AP
Belfort não luta desde outubro, quando perdeu para Gerard Mousasi Imagem: Martin Rickett / PA via AP

Ag. Fight

03/02/2017 07h00

Sem lutar desde outubro, Vitor Belfort voltará ao octógono mais famoso do mundo para enfrentar Kelvin Gastellum na luta principal do UFC Fortaleza, agendado para o próximo dia 11 de março. Em meio à preparação para o duelo, ele analisou a importância dos atuais movimentos que pedem que os atletas se organizem em associações. De acordo com o ‘Fenômeno’, é essencial que os competidores lutem por leis que os beneficiem.

E de fato mais uma forte associação de lutadores foi criada recentemente nos Estados Unidos. Denominada MMAAA (Associação de Atletas de MMA), ela é encabeçada por grandes nomes do esporte, como os ex-campeões do Ultimate Georges St-Pierre, Cain Velasquez e TJ Dillashaw. Em recente entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Belfort analisou a necessidade de que os profissionais das artes marciais mistas tenham seus direitos.

“É importante para os atletas perceberem que está na hora de termos uma associação de lutadores. Existem associações para tudo, até para prostitutas, e não temos uma para lutadores? Está na hora dos atletas terem uma associação. Não acho que temos que ir contra o UFC, temos que estar juntos e trabalhar juntos. Precisamos saber que ao mesmo tempo que queremos nossos direitos, temos que entender o direito deles Isso é maravilhoso para o esporte. Deveria ter uma lei que beneficia todo atleta de combate”, afirmou.

Uma das reivindicações apontadas por Belfort como necessária é a criação de um seguro de saúde, já que enquanto os atletas estão lesionados eles não recebem tipo de auxílio financeiro. O brasileiro foi além e apontou a adoção de uma medida polêmica que afetaria as regras do esporte. De acordo com o Fenômeno, as cotoveladas deveriam ser banidas do MMA.

“Eu acho que deveria existir seguro de saúde para os lutadores. Eles deveriam permitir patrocinadores como a ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) faz, e deveriam criam uma Liga de Lendas, para trazer de volta o amor dos fãs. Essas seriam minhas três mudanças. E eliminar as cotoveladas, para que não haja mais sangue. Grandes companhias querem estar associadas com lutas se não houver sangue”, garantiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo