Esporte

Campeã mundial de jiu-jitsu ajuda nos treinos de Anderson Silva para retorno ao UFC

07/02/2017 18h22

Gezary Matuda é tricampeã mundial de jiu-jitsu - Divulgação

Gezary Matuda é tricampeã mundial de jiu-jitsu – Divulgação

Anderson Silva voltará aos octógonos no próximo sábado (11), quando enfrentará Derek Brunson na penúltima luta do UFC 208, que será realizado no bairro do Brooklyn, em Nova York (EUA). E durante a preparação para o duelo que poderá colocá-lo como próximo desafiante ao cinturão de Michael Bisping, atual campeão peso-médio (84 kg) do Ultimate, ‘Spider’ contou com a ajuda de Gezary Matuda, tricampeã mundial de jiu-jitsu - em 2013, 2015 e 2016 - para afiar seu jogo de chão.

Aos 33 anos, a curitibana é um dos principais nomes da arte suave no Brasil atualmente. Campeã da última edição do Europeu de Jiu-Jitsu, realizado no mês de janeiro, ela apontou para a qualidade de Anderson na arte suave, mas revelou que aposta em uma vitória de Spider na luta em pé -  afinal, ele coleciona nada menos do que 11 triunfos por nocaute ou nocaute técnicona organização.

"O Anderson é fenomenal, um atleta completo e com um jiu-jitsu refinado. Perde muito quem nunca teve a oportunidade de ver o Anderson treinando de quimono. Ele tem um arsenal de posições e finalizações que, na verdade, eu tenho o privilégio de aprender. Acredito que ele vai dar um show e vai ser o Spider que todos nós conhecemos. Ele está com muita sede de vitória. Como ele mesmo vem dizendo, ainda tem muita lenha para queimar. Aposto em um nocaute, mas torço por uma finalização", afirmou a atleta através de sua assessoria de imprensa.

Especialista na luta agarrada, ao que tudo indica, ao auxiliar Spider em seu jogo de chão Gezary retribuiu um favor a um conhecido de longa data. Isso porque, de acordo com a curitibana, Anderson Silva foi seu primeiro professor no mundo das lutas. Ela revelou que mantém relação próxima com o Spider, já que o lutador é um dos melhores amigos de seu marido, Katel Kubis – treinador de muay-thai na academia ATT (American Top Team).

"Muita gente não sabe, mas o Anderson foi o meu primeiro professor. Sim, eu comecei no muay thai (risos). Nós somos muito próximos, porque ele é também o melhor amigo do meu marido, Katel Kubis. Então, tive o prazer e a oportunidade de iniciar nas artes marciais através dessa lenda. Mas apesar desse privilégio, acabei optando por me dedicar ao jiu-jitsu e acredito que fiz a escolha certa", contou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo