Esporte

Jacaré foge de polêmica com Anderson Silva e diz: "Não nasci para esperar"

Vinicius Castro/UOL
Ronaldo Jacaré é colega de treino de Anderson Silva na academia X-GYM Imagem: Vinicius Castro/UOL

Ag. Fight

08/02/2017 16h19

Atual terceiro colocado no ranking da categoria peso-médio (84 kg) do Ultimate, Ronaldo 'Jacaré' está escalado para enfrentar Tim Boetsch no UFC 208, evento que será realizado no próximo sábado (11) no bairro do Brooklyn, em Nova York (EUA). E apontado por fãs e especialistas de MMA como o real merecedor ao lado do cubano Yoel Romero da chance de disputar o título da divisão, o atleta vê Anderson Silva, seu companheiro de treino, cotado para furar sua fila no caminho rumo ao cinturão de Michael Bisping.

Companheiros na academia X-GYM, Jacaré havia garantido recentemente que ficaria chateado caso Anderson Silva furasse sua fila na disputa pelo cinturão – o que pode ser explicado pelo fato Spider não vencer desde 2012 e acumular quatro derrotas e um no contest nas últimas cinco vezes que se apresentou. No entanto, em entrevista a reportagem da Ag Fight nesta quarta-feira (8), durante o media day que antecede o UFC 208, o capixaba mudou seu discurso e tratou de minimizar o atrito com o colega de treino.

“A realidade é que isso é tudo especulação (Anderson lutar pelo cinturão). Não posso falar de algo que não é concreto. É uma coisa que muitos estão especulando e não sabemos se vai acontecer, então não posso falar nada em relação a isso.  Não nasci para esperar ninguém, nasci para fazer meu trabalho. Esse negócio de esperar não é comigo”, apontou o ex-campeão do Strikeforce.

Caso fique para trás na luta pelo título e assista seu amigo Spider se credenciar para enfrentar Michael Bisping, Jacaré já vê um cenário possível se desenhando à sua frente. Isso porquê além dele, o cubano Yoel Romero também seria deixado para trás, e nada mais justo que, então, eles se enfrentarem em uma revanche.

“Lancei o Romero como meu possível próximo adversário porque o Bisping está fugindo de todas as formas. Por isso lancei que o Romero poderia ser meu próximo adversário. Mas como disse, poderia. Não sei se será”, garantiu o veterano.

Após analisar a situação de seu colega de treino, que é considerado o maior atleta da história do UFC, Jacaré ponderou que sua maior preocupação, no momento, é encarar Tim Boetsch. E apesar de se tratar de um adversário que ocupa apenas a décima terceira colocação no ranking dos médios, o confronto é perigoso para o brasileiro. Por ser o grande favorito para o duelo, uma derrota pode adiar seu desejo de disputar o cinturão.

Atualmente com 37 anos, um a mais do que seu próximo adversário, Ronaldo ‘Jacaré’ revelou que não mudou seu planejamento nos treinos para enfrentar o americano. O especialista em jiu-jitsu apontou que fez uma preparação padrão, em que prioriza as habilidades necessárias para alcançar seu plano de luta - e que só depois analisa seu oponentes.

“Eu, particularmente quando vou fazer o treinamento, foco no que farei na luta e vou treinando. Treino as minhas técnicas, e só no final do camp observo meu adversário e o estudo. Irei encaixar as técnicas que usei no camp todo. Fiz um bom camp de treinamento e estou preparado para essa luta”, afirmou o campeão mundial de jiu-jitsu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo