Esporte

Dana volta a defender Ronda e se preocupa com 'lado humano' da atleta

Ag. Fight

09/02/2017 12h19

Não é novidade para ninguém que Ronda Rousey foi a principal razão para que Dana White, presidente do Ultimate, deixasse seu preconceito com lutas femininas de lado e incluísse as mulheres no UFC. A amizade entre o dirigente e a ex-campeã é antiga e perdura até hoje, e o carequinha não cansa de rasgar elogios para a loira.

Mesmo com as duas derrotas sofridas por Rowdy recentemente que deixaram muitos fãs espantados, Dana segue dando apoio irrestrito para aquela que ele considera como maior nome do UFC atual. Tanto é verdade que o dirigente segue elogiando tudo o que a loira fez ao longo de sua carreira, como reiterou em entrevista recente à revista ‘Sports Illustrated’.

“Tudo o que ela me disse que ela iria fazer ela fez. Ela trabalhou duro por esse esporte, para essa companhia, para as mulheres. Ela trabalhou até os ossos. Nunca tive um lutador que trabalhou (sua publicidade) como ela. Ela fez muito dinheiro. Eu sei que pra ela isso não importa – seu legado importa mais para ela do que qualquer coisa. Mas sabe de uma coisa, às vezes nós não conseguimos ter tudo. Mas vamos ser claros, ela construiu isso. Ela realmente fez isso”, afirmou o presidente do UFC.

Dana White disse recentemente que não acredita no retorno de Ronda ao octógono. Questionado novamente sobre o tema, o dirigente preferiu deixar claro que isso pouco importa para ele, e sim o bem-estar de sua amiga. Além disso, o mandatário garante que o Ultimate sobreviverá sem uma de suas principais estrelas.

“Me importo mais com o lado humano dela do que o lado lutadora. Você lê por aí: ‘Cara, o UFC está com problemas. A galinha dos ovos de ouro…’. Ela não é po*** de galinha dos ovos de ouro. Ela é um ser humano. Ela é uma excelente amiga minha”, disse.

Ronda Rousey perdeu o cinturão dos galos (61 kg) em novembro de 2015, quando foi nocauteada por Holly Holm. Em seu retorno ao cage, a loira foi novamente nocauteada em dezembro passado, mas dessa vez pela brasileira Amanda Nunes. A americana possui um cartel de 12 vitórias e duas derrotas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo