Esporte

'Jacaré' finaliza no 1º round e pede cinturão do UFC: "Não vão frustrar meu sonho"

12/02/2017 02h36

Próximos dos cinturões de suas respectivas categorias, os brasileiros Ronaldo ‘Jacaré’ e Glover Teixeira confirmaram o favoritismo no card principal do UFC 208, realizado neste sábado (11) no bairro de Brooklyn, em Nova York (EUA). E com triunfos consistentes sobre Tim Boetsch e Jared Cannonier, ambos avançaram degraus importantes rumo ao título do maior show de MMA do mundo.

Número três do ranking dos médios (84 kg), Jacaré bateu Tim Boetsch e deixou claro o seu recado de que ele está pronto para se testar pelo cinturão. Resta, porém, que algum rival do topo da divisão aceite enfrentar o versátil brasileiro, que precisou medir forças contra o 13ª do ranking oficial tamanha a dificuldade em encontrar oponentes.

Sem tomar conhecimento do oponente, Jacaré caminhou para sempre desde o início e atacou com cruzados, chutes frontais e uppers no clinche. E na primeira queda conquistada, selou o destinho do confronto. A rápida passagem de guarda direta para a montada pareceu deixar o americano afoito, tanto que ele deixou o braço sem defesa. Erro fatal que terminou em uma americana invertida (kimura) ainda no primeiro assalto.

“Eu faço o meu melhor e quero ser o próximo para disputar o cinturão. Vai ser pior quanto mais tempo me deixarem esperando, pois vou voltar mais treinado. Ninguém vai frustar meu sonho. Eu vou lutar. O Luke ta correndo e o Bisping é um desastre apra a categoria”, bradou no microfone.

Vitória morna

Por sua vez, Glover, também número três do mundo, vinha de derrota para Anthony Johnson e, disposto a não ficar parado por muito tempo, aceitou encarar o não ranqueado Jared Cannonier e mostrou porquê ele é, de fato, uma das grandes forças do peso ao lado de feras como Jon Jones, Daniel Cormier, Anthony Johnson e Alexander Gustafsson.

Mais lento do que de costume, o brasileiro identificou na fraca defesa de quedas do oponente o caminho para a vitória. Para isso, todos os rounds foram marcados por breves momentos de trocação que foram sucedidos por precisas quedas de Glover, que por cima trabalhou no groung and pound além de alternar passagens de guarda e pegadas pelas costas. Vitória tranquila, embora  menos impactante do que o esperado.

“Machuquei meu ombro direito algumas semanas antes, o mesmo que machuquei contra o Jon Jones. Tive dificuldades de derrubar. Agora quero competir com caras como o Cormier e Jon Jones. É difícil, mas quero me testar contra esses caras”, pediu o veterano brasileiro, enquanto parte da torcida o vaiava por não tervisto o atropelo característico que marcou sua carreira.

Acompanhe os resultados do UFC 208:

Ronaldo ‘Jacaré’ Souza finaliza Tim Boetsch no 1º round;
Glover Teixeira venceu Jared Cannonier por decisão unânime;
Dustin Poirier venceu Jim Miller por decisão majoritária;
Belal Muhammad venceu Randy Brown por decisão unânime;
Wilson Reis venceu Ulka Sasaki por decisão unânime;
Islam Makhachev venceu Nik Lentz por decisão unânime;
Rick Glenn venceu Phillipe Nover por decisão dividida;
Ryan LaFlare venceu Roan ‘Jucão’ Carneiro por pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo