Esporte

Ofuscada por 'Spider', holandesa quebra a banca e garante cinturão inédito no UFC Brooklyn

12/02/2017 04h10

Germaine de Randamie fez história neste sábado (11) ao vencer Holly Holme no combate principal do UFC 208, evento realizado na cidade de Nova York (EUA). Embora a luta tenha sido ofuscada pelo retorno de Anderson Silva, que no co-main event da noite quebrou o jejum de mais de quatro anos sem vencer, a holandesa foi melhor claramente em três dos cinco rounds disputados e garantiu o título de estreia dos pesos-penas  (66 kg) do evento.

Com o resultado,a holandesa agora fica no aguardo da definição da situação de Cris ‘Cyborg’, brasileira que foi flagrada no exame antidoping no final do ano passado e que virtualmente seria a próxima adversária a disputar o título da categoria.

A luta

Como esperado, a luta entre as experientes trocadoras começou movimentada em pé e garantiu o confronto de estilos bem diferentes. Enquanto Holly trabalhava mais sua movimentação com entradas e saídas rápidas e combinações simples, a holandesa apostava em golpes secos no contragolpe, que garantiram vantagem na primeira parcial após a ineficácia da ex-campeãdos galos em impor volume de jogo.

Na segunda etapa, Holly voltou a ser dominada e, apesar de tentar levar ocombate para o chão, esbarrou na defesa de quedas da azarona (nas bolsas de apostas). Com chutes baixos potentes e cruzados, Germaine mais uma vez fez com que a boxeadora andasse para trás e, dessa forma, garantiu novo triunfo parcial. No entanto, um golpe após o soar do gongo balançou Holm e manchou a superioridade apresentada até o momento.

No terceiro round, a ex-campeã do UFC voltou mais atenta e trabalhou melhor suas combinações, além de alternar tentativas de queda. Dessa forma, o equilíbrio apresentado no assalto deixaria os juízes com dúvidas para apontar a vencedora, até que a americana encaixou um chute alto que balançou Germaine. Ela, por sua vez, na ansiedade em retomar o controle da luta voltou a atacar após soar do gongo, o que rendeu uma bronca do árbitro e vais da torcida.

O quarto assalto contou com novo domínio de precisão e contundência de golpes da holandesa, que em contrapartida cedeu o domínio territorial e o volume de jogo para a dona da casa. No entanto, as excessivas tentativas de quedas frustadas de Holm terminaram por apontar nova parcial para a europeia.

Na quinta e última etapa, as atletas, já cansadas pelas repetidas trocas de clinches e pegadas, demonstraram menos pressão nos golpes. E nesse momento a técnica de jogo de perna de Holm falou mais alto, tanto que ela quase levou a rival a knockdown com um direto de encontro em resposta a um cruzado. A essa altura, no entanto, Germaine apenas administrava a vantagem conquistada. Vitória por decisão unânime dos jurados.

Acompanhe os resultados do UFC 208:

Germaine de Randamie venceu Holly Holm por decisão unânime;
Anderson Silva venceu Derek Brunson por decisão unânime;
Ronaldo ‘Jacaré’ Souza finaliza Tim Boetsch no 1º round;
Glover Teixeira venceu Jared Cannonier por decisão unânime;
Dustin Poirier venceu Jim Miller por decisão majoritária;
Belal Muhammad venceu Randy Brown por decisão unânime;
Wilson Reis venceu Ulka Sasaki por decisão unânime;
Islam Makhachev venceu Nik Lentz por decisão unânime;
Rick Glenn venceu Phillipe Nover por decisão dividida;
Ryan LaFlare venceu Roan ‘Jucão’ Carneiro por pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo