Esporte

Bibiano Fernandez revela plano de carreira que garantiu acerto com One FC

Divulgação/One FC
Bibiano Fernandes defendeu seu título cinco vezes no ONE Championship Imagem: Divulgação/One FC

Ag. Fight

15/02/2017 09h00

 

Após o UFC incorporar eventos como Pride, Strikeforce e WEC, a dúvida sobre quais grandes lutadores não faziam parte do plantel de atletas da Zuffa era frequente. E o brasileiro Bibiano Fernandes se tornou uma unanimidade quando este seleto grupo era o tema da vez.

Aos 36 anos de idade e sem contrato com nenhuma organização de MMA, o veterano voltou a ser assunto e, em negociações com diversas entidades, o atleta parece ter feito sua decisão que, apesar de não ser uma grande surpresa, conta com detalhes e perspectivas que apenas o campeão do One Championship poderia revelar. Afinal, com um acerto verbal firmado, sua renovação com o torneio asiático parece apenas questão de tempo.

“Estamos quase fechados. Eles me fizeram uma proposta muito boa”, narrou, em conversa com a reportagem da Ag Fight. “Foi uma proposta bem legal. E eu quero fazer carreira lá depois que parar de lutar, e surgiu essa possibilidade. Quero abrir portas para brasileiros lutarem na Ásia. Tenho que focar na minha familia. Essa é a parte que ninguém fora do esporte entende”, afirmou, sem revelar qual seria o seu cargo.

Com um cartel de 20 vitórias e apenas três derrotas no MMA, Bibiano foi sondado por eventos concorrentes em toda época de renovação contratual. No entanto, o One Championship repetidamente cobriu as ofertas rivais desde 2012, ano em que passou a contar com o especialista em jiu-jitsu em seu plantel de atletas.

Além da parte financeira, fator fundamental como o próprio competidor faz questão de enaltecer – “Não iria para outro evento para ganhar menos” -, o reconhecimento profissional não apenas do show, como também dos fãs, lhe garantiu um carinho especial com o mercado asiático.

“Sempre me valorizaram mais na Ásia, não sei porquê. O asiático é tradicional, e eu sou profissional. Eles gosta disso. Toda vez que quase asinava com o UFC ele dobravam. Teve uma época que a minha esposa estava grávida e eu não tinha escolha. Moro no Canadá e tenho família”, ressaltou.

Curiosamente, nesta última fase de negociações, quem rivalizou em propostas com o One Championship foi o Bellator, torneio americano que passa em TV aberta nos EUA. Foram eles, por sinal, que mais estiveram perto de acertar com Bibiano e contar com seu passe.

“O UFC entrou em contato comigo duas vezes. Nessa última não tentaram”, afirmou de forma franca. “Quem tentou mesmo foi o Bellator, aquele evento russo,o M-1, e até o Rizin no Japão. Tentaram, mas no fim do dia tudo são negócioas. Adoraria lutar  no Bellator, por exemplo, mas tenho que ver e entender todos os lados da minha carreira”.

Com o acerto verbal selado, resta que o contrato chegue em suas mãos. Até que a assinatura seja efetivada, Bibiano segue como um ‘free agent’, cenário que não deve se repetir em sua carreira. Afinal, aos 36 anos e com um cartel consolidado, o atleta parece perto de pendurar as luvas.

“Em alguns dias o contrato chega na minha mão e aí eu posso ler com calma. Mas acho que vou assinar sim. Depois de lutar eu ainda continuo com eles. Será um contrato de três lutas por ano durante três anos. Mas vou ser sincero, não sei luto por muto tempo. Não sei se finalizo esse contrato. Mas dois anos eu me garanto,umas seis lutas”, finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo