Esporte

Cezar Mutante promete 'unificar' títulos do TUF: "Ele é previsível"

Troy Taormina-USA TODAY Sports
Cezar ‘Mutante’ enfrentará Elias Theodorou no UFC Halifax Imagem: Troy Taormina-USA TODAY Sports

Ag. Fight

15/02/2017 15h55

Campeão da primeira edição do ‘TUF Brasil’, reality show do UFC, César Ferreira vive sua melhor fase desde que chegou ao evento, em maio de 2012. Mais conhecido como ‘Mutante', o pupilo de Vitor Belfort enfrentará Elias Theodorou pela divisão dos médios (84 kg) no UFC Halifax (Canadá) em busca da marca inédita de quatro vitórias seguidas em sua carreira no próximo domingo (19). E se depender da sua confiança, a disputa não irá até o final.

Curiosamente, o combate entre eles possui outro atrativo para os fãs de MMA além do embate de estilos. Isso porque, assim como o brasileiro, Theodorou também foi campeão do TUF em seu país. E em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Mutante não apenas confirmou a rivalidade contra o canadense como também fez sua previsão de como o combate de desenrolará – e se seu palpite estiver certo, ele ampliará ainda mais a sequência invicta que ostenta desde abril de 2016.

“Eu acredito que o Elias Theodorou é um bom lutador com boas habilidades. Nós dois temos os mesmos títulos, o de campeão do ‘The Ultimate Fighter’. Vejo essa luta como campeão do ‘TUF’ contra campeão do ‘TUF’, Brasil versus Canadá. Somos dois bons lutadores que vêm de vitória. É como se estivessemos colocando nossos título em jogo. Estou pronto para ganhar de qualquer maneira. Seu jogo é previsível e eu espero nocauteá-lo em dois rounds. Estou confiante de que posso quebrá-lo em todos os aspectos: emocionalmente, tecnicamente e fisicamente”, garantiu o brasileiro.

Além de analisar e fazer suas previsões para o combate contra o canadense, Mutante fez questão de apontar para sua superação na organização. Contratado pelo UFC em 2012, o brasileiro teve problemas constantes com lesões, o que afetou seu rendimento no octógono e fez com que alternasse vitórias e derrotas no começo de sua trajetória na companhia. No entanto, o campeão do TUF Brasil 1 garantiu que com perseverança conseguiu superar os desafios que a carreira de atleta de MMA o impôs – e para isso, citou nada menos do que um clássico do cinema mundial.

“É impossível para qualquer um se apresentar bem naquela situação. Enquanto muitos ficariam deitados na cama e reclamando de falta de sorte ou punição divina, eu continuei seguindo em frente. Nunca quis usar as lesões como desculpa. Estou muito feliz de ter continuado lutando. Ganhei algumas, perdi outras, mas fico feliz de ter perseverado e perseguido meus objetivos. É como Rocky Balboa disse no filme: ‘O mundo não é apenas o brilho do Sol e arco-íris. É um lugar ruim e sujo, e eu não me importo com o quão duro você é. Ele vai te deixar de joelhos e ter deixar lá se você permitir'”, relatou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo