Esporte

Mario Yamasaki admite erro em luta no UFC: "Deveria ter interrompido antes"

Getty Images
Imagem: Getty Images

Ag. Fight

21/02/2017 17h31

 

A luta entre Derek Lewis e Travis Browne não será lembrada de forma positiva por Mario Yamasaki. Isso porque o combate em questão, que foi o duelo principal do UFC Halifax, evento realizado no último domingo (19) no Canadá, foi marcado por um vacilo do árbitro brasileiro, que foi acusado por especialistas e fãs de MMA de ter demorado para interromper o confronto. E em meio a repercussão sobre sua atitude, o juiz central fez questão de assumir o erro.

Apesar de ser um dos árbitros mais experientes do Ultimate, esse não é a primeira vez que o brasileiro é criticado por demorar para interromper uma luta. Em fevereiro de 2016, Dana White, presidente da organização, já havia questionado sua interrupção tardia no duelo entre Alex ‘Caubói’ e Donald Cerrone no UFC Fight Night 83. E no combate do último domingo, Yamasaki permitiu que, mesmo após cair nocauteado, Travis Browne recebesse alguns golpes na cabeça.

“Naquela hora eu já sabia que tinha permitido dois socos a mais.  Mas o tempo de reação de em peso-pesado é diferente de um mais leve. Então quando Lewis deu o soco que levou Brownie ao chão, ele teve a chance de dar dois (socos) a mais antes de chegar para interromper a luta. Mas, com certeza, eu deveria ter interrompido antes. Todos têm seus dias, e eu não posso dar desculpas”, afirmou em entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

Após admitir a demora para interromper o combate, o árbitro brasileiro também sinalizou para um aspecto recorrente no mundo das lutas. De acordo com Yamasaki, da mesma forma que o criticaram por ter paralisado o duelo tardiamente, Travis Browne, atleta que recebou os golpes, deve ter aprovado sua decisão. Isso porque, com o tempo a mais, o americano teria chances de se recuperar e voltar para o confronto.

“Eu tenho certeza que o Browne gostou do fato de termos deixado a luta ir adiante, porque ele teve a chance de reagir. Nenhum lutador gosta de interrupções rápidas, mas acontecem. Não tem desculpa. Eu sei que deveria ter interrompido antes, mas foi tão rápido que não pude parar”, completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo