Esporte

Woodley se nega a responder sobre GSP e garante foco total em "Wonderboy"

Michael Reaves/Getty Images/AFP
Imagem: Michael Reaves/Getty Images/AFP

Ag. Fight

02/03/2017 12h05

 

No próximo sábado (4), Tyron Woodley colocará o seu cinturão dos meio-médios (77 kg) em jogo no UFC 209, quando enfrentará Stephen Thompson. E pelo visto, o americano só tem olhos para o ‘Wonderboy’. Apesar do retorno oficial de Georges St-Pierre, maior campeão da categoria, ao Ultimate – com um duelo a ser marcado contra Michael Bisping em outra divisão – o ‘Chosen One’ se negou a responder perguntas sobre um possível combate contra GSP e garantiu estar totalmente focado em sua defesa de título.

Durante uma conversa com jornalistas após o treino aberto da última quarta-feira (1º) em Las Vegas (EUA), Woodley deixou claro que não responderia qualquer pergunta sobre St-Pierre e explicou os seus motivos. De acordo com o campeão, pensar em outras lutas acaba tirando o foco do seu atual adversário, como aconteceu em sua última derrota para Rory MacDonald.

“Não me façam perguntas sobre GSP e Michael Bisping. Isso aconteceu anteriormente comigo quando eu enfrentei o Rory e as pessoas me perguntaram sobre o Matt Brown e o Robbie Lawler e eu acabei perdendo o foco naquela luta. O Wonderboy é um grande adversário, merece o meu respeito e foi a luta que eu aceitei. Então, me desculpem, mas não responderei nenhuma pergunta sobre GSP e Michael Bisping”, declarou.

Apesar de ser o campeão e estar defendendo o seu cinturão, Woodley não é o favorito nas casas de aposta para a revanche contra Thompson – o primeiro duelo, realizado em novembro passado, acabou empatado. No entanto, o ‘Chosen One’ garantiu isso não lhe afeta em nada para o combate.

“Ser o azarão não muda nada, eu nem lembro a última vez que era o favorito. E não perdi nenhuma Não entrei nesse esporte para as pessoas me idolatrarem e se ajoelharem aos meus pés. Entrei nesse esporte para ser o melhor do mundo e, no momento, sou um dos melhores. E quando eu me aposentar quero ser o maior peso-por-peso da história do UFC”, afirmou.

Após travar uma batalha de cinco rounds contra Thompson no UFC 205, Woodley ressaltou que já conhece as armas de seu oponente. E na análise do campeão, o Wonderboy não saberá ajustar o seu jogo para sair vitorioso no duelo.

“Eu já estava preparado para o Stephen da primeira vez. Eu nunca subestimo um oponente. E dessa vez eu sinto que estou mais preparado. Você pode fazer ajustes entre lutas, mas não acho que ele conseguirá fazer os ajustes necessários no wrestling, no grappling, na potência e na velocidade. Coisas que eu consigo mudar durante as lutas, pois moldei isso durante toda a minha carreira. Eu acho que ele tentará mostrar mais as suas habilidades na trocação, mas nada que será novo”, analisou.

Woodley conquistou o cinturão dos meio-médios em julho passado ao nocautear Robbie Lawler no UFC 201. Desde então, o campeão fez apenas uma luta – empate contra Thompson. Aos 34 anos de idade, o americano coleciona na carreira um cartel com 16 vitórias, três derrotas e um empate

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo