Esporte

'Shogun' reconhece meta dos rivais em usá-lo como escada

10/03/2017 11h00

Maurício Shogun enfrentará Gian Villante no UFC Fortaleza - Tobias Bunnenberg

Maurício ‘Shogun’ enfrentará Gian Villante no UFC Fortaleza – Tobias Bunnenberg

Maurício ‘Shogun’ é uma das estrelas brasileiras que estará em ação no UFC Fortaleza, agendado para o próximo sábado (11) na capital do Ceará. Ex-campeão do Pride e do Ultimate, o meio-pesado (93 kg) medirá forças contra Gian Villante na luta co-principal do evento e admitiu que precisará ser cauteloso já que o americano, assim como os adversários que enfrentou recentemente, tentará se aproveitar de sua popularidade e usá-lo como escada rumo ao topo da divisão.

O brasileiro é o atual sexto colocado no ranking da categoria e está seis posições acima de Villante na tabela. O que, de acordo com o atleta, estimula ainda mais seu rival a tentar derrotá-lo – já que uma vitória certamente o faria subir alguns degraus em direção a uma possível disputa de título.

“Percebo , acho que os caras veem uma oportunidade, até porque sabem que eu tenho um nome na história do MMA e também estou bem ranqueado. Então com certeza os caras pensam que é uma boa oportunidade, e eu também o vejo como uma oportunidade de disputar o cinturão”, relatou em conversa com jornalistas durante o ‘media day’ do UFC Fortaleza nesta quinta-feira.

O brasileiro acumula duas vitórias seguidas no Ultimate, sequência só realizada no seu começo na organização, quando venceu Mark Coleman e Chuck Liddell em 2009. Por isso, um resultado positivo contra Villante representaria um feito inédito do atleta na companhia. Mas Shogun fez questão de espantar qualquer pressão e indicou que se cobra apenas para dar o seu melhor - o que não necessariamente representa um resultado positivo ao final do combate.

“A minha ansiedade é para dar o meu melhor. Ele é um cara que vai querer me vencer e sabe a importância de me vencer. Até porque se eu colocar essa carga para mim acho que isso pode pesar contra, então prefiro não colocar. Prefiro botar na cabeça que minha obrigação é dar o meu melhor”, afirmou o curitibano.

Uma das razões que podem explicar o tom comedido do brasileiro é a sua lesão no joelho, que o impossibilitou de atuar com tanta frequência nos últimos anos. Mas Shogun garantiu que as contusões ficaram no passado e que sua preparação para o próximo duelo foi um sucesso, já que conseguiu se aperfeiçoar em todas as áreas do MMA.

“Na verdade, voltar hoje foi opção minha. Estava com um problema no joelho, uma tendinite. Era para ter lutado em setembro, mas não consegui. Pedi para estender essa luta. O UFC queria que eu lutasse antes mas não consegui. Estava com o problema no joelho, mas me recuperei graças a Deus e consegui fazer um bom camp.  Fiz o camp todo em São Paulo, então treinei bastante muay-thai, jiu-jitsu e wrestling. Estou pronto para onde a luta acabar, onde a luta acabar estarei pronto”, completou confiante.

Maurício Shogun já é um veterano no esporte, e aos 35 anos não desistiu de reconquistar o cinturão que foi seu entre os anos de 2010 e 2011. Ele acumula 24 vitórias e dez derrotas em seu cartel desde que estreou no esporte, em 2002.

Confira abaixo o vídeo da encara entre Shogun e Villante:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo