Esporte

Ex-campeão do UFC garante chances de McGregor contra Mayweather

31/03/2017 16h13

Chris Weidman foi nocauteado por Yoel Romero no UFC Nova York - Diego Ribas

Chris Weidman foi nocauteado por Yoel Romero em sua última luta – Diego Ribas

As especulações de que o combate entre Floyd Mayweather e Conor McGregor sairá do papel ganham mais força a cada dia que passa. Inúmeros atletas e especialistas já deram seus palpites sobre como acreditam que a luta de boxe se desenrolará, e dessa vez foi Chris Weidman, ex- campeão peso-médio (84 kg) do UFC, quem compartilhou seu ponto de vista. Mas ao contrário de opiniões como a de Surgar Ray Leonard, ex-pugilista multicampeão mundial, o americano garantiu que o falastrão irlandês tem chances de vencer.

Em entrevista ao programa ‘MMA Report’, Weidman analisou um ponto até então pouco discutido entre os especialistas: a diferença de envergadura entre Mayweather e McGregor. De acordo com o ex-campeão dos médios, a superioridade técnica do pugilista no boxe é indiscutível, mas a diferença de alcance e de peso do irlandês são fatores que podem surpreender o americano.

“Será um evento incrível, mas eu passei pela luta de Mayweather contra Pacquiao, passou na minha linha do tempo do Facebook e assisti. O que acontece é que são dois canhotos . O McGregor é canhoto. Esse é o tipo de coisa pequena que a maioria não percebe, e o que percebi é a diferença de tamanho. Mayweather será tão pequeno perto de Conor, esse cara é um gigante”, relatou.

“Acho que ele foi o maior peso-pena (66 kg) da história do UFC. Ele cortava tanto peso para bater o limite… McGregor estará tão grande e tão pesado, tão longo e mais alto. Sua cabeça estará tão maior, serão dois animais diferentes. Floyd é 100% melhor pugilista, tem mais experiência e deve dominar a luta, mas a diferença de tamanho e de força torna as coisas interessantes”, analisou.

Além de analisar as questões físicas que envolvem o duelo e que podem vir a favorecer o campeão dos leves (70 kg) do UFC, Weidman também garantiu que fatores externos podem interferir no confronto. O peso-médio indicou que o irlandês irá usar alguns de seus principais artifícios, como as provocações dentro e fora do ringue, o que poderá perturbar o psicológico de Mayweather e deixá-lo desconcentrado.

“Ele dirá coisas para Floyd que ninguém nunca disse antes e deixará a cabeça dele girando. Conor não respeitará realmente a força de Floyd. Floyd não o nocauteará. Ele vai andar de mãos abaixadas e envolverá o público. A coisa é que conforme a luta for adiante, a vantagem será de Floyd. Conor não é conhecido por seu preparo físico. Quantos rounds serão? 15? Têm muitas coisas contra o Conor, mas será um cara grande indo atrás dele. Nãos sei se Floyd já percebeu”, completou.

Aos 32 anos, Weidman é o atual 4º colocado no ranking da divisão dos médios do UFC e acumula duas derrotas seguidas na organização. E na busca por reencontrar o caminho das vitórias ele enfrentará Gerard Mousasi no UFC 210, agendado para o próximo dia 8 de abril na cidade de Buffalo, em Nova York (EUA).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo