Esporte

Daniel Cormier ameaça Jon Jones caso ele entre no octógono do UFC 210

L.E. Baskow/Las Vegas Sun
Imagem: L.E. Baskow/Las Vegas Sun

Ag. Fight

07/04/2017 08h00

 

O cartel de Daniel Cormier no MMA seria perfeito se não fosse pela derrota sofrida para Jon Jones, ainda em 2015. De lá para cá o americano se recuperou, conquistou e defendeu o cinturão meio-pesado (93 kg) do Ultimate, provando ser merecedor do posto que antes pertencia ao grande rival. E há poucos dias de sua revanche contra Anthony Johnson, atleta que enfrentou quando conquistou o título, o lutador ameaçou Jones e garantiu que ele se arrependerá caso suba ao octógono após sua vitória no UFC 210.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, na última quinta-feira (6), Daniel Cormier revelou que a razão para o ultimato é o fato de Jon Jones ainda estar sob suspensão pela USADA por ter testado positivo em exame antidoping pouco antes de sua revanche contra ele em julho de 2016. Por isso o campeão o ameaçou e garantiu que tal pendência com a Agência Antidoping dos Estados Unidos faz com que o atleta não seja bem-vindo no evento do próximo sábado.

“É melhor ele não subir ao octógono depois da minha vitória. Ele não é bem-vindo lá, ainda está sob suspensão. Quando ele estiver apto para lutar então poderá andar para o cage, mas se ele ousar botar os pés naquele octógono algo ruim acontecerá”, relatou.

Apesar da ameaça ao ex-campeão meio-pesado, Daniel Cormier não escondeu sua admiração pelas habilidades de Jon Jones. No entanto, ele também não deixou de analisar que foram as decisões tomadas pelo próprio ‘Bones’ que interromperam sua carreira e fizeram com que o atleta fosse condenado dentro e fora do octógono.

“Esse cara é o humano mais talentoso contra quem já competi. Ele é tão bom em cada aspecto da luta, mas fazer o que ele fez, limitar a história que estava construindo é louco e triste. Mas ao final do dia eu preciso me concentrar em mim e no Anthony Johnson”, afirmou.

O duelo contra Rumble será o combate principal do UFC 210, evento que será realizado na cidade de Buffalo em Nova York, e marcará a segunda defesa de cinturão de DC. Por isso, Cormier fez questão de garantir que, ao contrário da imprensa, nem ele nem seu adversário do próximo sábado se preocupam com Jon Jones.

“Vocês se importam com o Jon Jones. Nós não. Esse cara não luta há quase dois anos. A última vez que o vimos lutar foi contra Ovince St-Preux, em uma luta de m**** quase tão ruim quanto a minha contra Anderson Silva”, completou.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo