Esporte

Mesmo vencendo, Cormier recebe suspensão médica superior a de Johnson

12/04/2017 14h34

Cormier venceu Johnson pela segunda vez UFC 210 – Reprodução

A Comissão Atlética do Estado de Nova York (NYSAC, na sigla, em inglês) divulgou nesta quarta-feira (12) as suspensões médicas concedidas aos atletas que disputaram o UFC 210, realizado no último sábado (8), na cidade de Buffalo. Sem impedir que os lutadores fiquem grande período inativos, chamou atenção o fato de Daniel Cormier, principal vencedor da noite, levar um ganho maior do que Anthony Johnson, seu adversário.

DC deverá ficar 45 dias sem lutar e só será liberado para atuar quando apresentar uma liberação médica para a Comissão. Já a pena de Johnson foi de apenas 30 dias – não que isso faça diferença, já que o americano anunciou que estava se aposentado logo após o fim do combate. AJ foi finalizado com um mata-leão no terceiro round.

Os dois brasileros que participaram do UFC 210 já estão liberados para voltar aos treinos quando bem quiserem. Tanto Charles ‘Do Bronx’, que finalizou Will Brooks, quanto Thiago ‘Pitbull’, que venceu Patrick Côté, não tiveram suspensões aplicadas a eles. Charles, aliás, só teve problemas por ter pulado a grade para comemorar o triunfo.

Veja abaixo todos os atletas que terão que ficar de molho por algum tempo:

Daniel Cormier: Suspensão mínima de 45 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Chris Weidman: Suspensão mínima de 45 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Patrick Cote: Suspensão de 45 dias;
Mike De La Torre: Suspensão mínima de 45 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Josh Emmett: Suspensão mínima de 45 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Anthony Johnson: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Pearl Gonzalez: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Will Brooks: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Sean Strickland: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Shane Burgos: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Charles Rosa: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Patrick Cummins: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Jan Blachowicz: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Andrew Holbrook: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Jenel Lausa: Suspensão mínima de 30 dias, dependendo de liberação da NYSAC;
Kamaru Usman: Suspensão de 14 dias.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo