Esporte

Primeiro golpe faz diferença, e Thales Leites volta a vencer no UFC

22/04/2017 23h04

Depois de passar o momento mais complicado de sua carreira, com três derrotas nas últimas quatro lutas, Thales Leites voltou a vencer na noite deste sábado (22) no UFC Fight Night 108, disputado na cidade de Nashville (EUA). O atleta da Nova União fez o arroz com feijão e bateu Sam Alvey por decisão unânime dos juízes laterais.

Foi a 12ª vitória de Thales dentro do Ultimate. Ele é o quinto atleta com mais número de triunfos na divisão dos médios (84 kg), que é comandada por Michael Bisping. E, apesar de a luta ter sido definida apenas nas mãos dos juízes, o primeiro golpe foi fundamental para ditar o rumo do combate.

Foi logo no primeiro movimento feito por Thales Leites que o americano sentiu. O brasileiro chutou com a perna direita e acertou o joelho direito de Alvey, que passou a caminhar para trás e acusou o golpe. Apesar disso, o atleta da Nova União não foi para cima e preferiu ter cautela ao atacar.

Sempre mirando a perna do americano, Thales passou a comandar as ações no meio do octógono enquanto Sam Alvey procurava mais se manter em pé do que propriamente oferecer algum perigo ao brasileiro. Ao fim do primeiro round, o ‘Senhor Sorriso’ deixou de lado a alegria e caminhou para o seu córner mancando.

Apesar de continuar sentindo e com a movimentação debilitada, Alvey voltou ao segundo round buscando mais a luta e caminhando para frente. Essa postura foi premiada no finzinho do assalto, quando um golpe de direita entrou e fez o brasileiro balançar. No entanto, logo Thales se reequilibrou e manteve o domínio até a buzina apitar.

Nos últimos cinco minutos a situação se repetiu. Enquanto Thales seguia aplicando chutes e buscando o joelho do seu oponente, o americano não deixava de caminhar para frente e levava certo perigo. Ao fim dos três assaltos, o brasileiro foi declarado vencedor por decisão unânime dos juízes laterais (triplo 30-27).

Card Preliminar

Thales Leites venceu Sam Alvey por decisão unânime dos juízes laterais;
Brandon Moreno venceu Dustin Ortiz por finalização (mata-leão) no segundo round;
Scott Holtzman venceu Michael McBride por decisão unânime dos juízes laterais;
Danielle Taylor venceu Jessica Penne por decisão unânime dos juízes laterais;
Alexis Davis venceu Cindy Dandois por decisão unânime dos juízes laterais;
Bryan Barberena venceu Joe Proctor por nocaute no primeiro round;
Hector Sandoval venceu Matt Schnell por nocaute no primeiro round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo