Esporte

Após vitória por nocaute, Iaquinta xinga UFC e coloca seu futuro em xeque

23/04/2017 14h33

Retornar ao MMA após dois anos inativo em virtude de lesões e de quebra nocautear um dos lutadores mais duros da divisão dos pesos-leves (70 kg) já seria motivo o suficiente para qualquer atleta ficar satisfeito, mas não foi o que ocorreu com Al Iaquinta. Mesmo após atropelar Diego Sanchez no UFC Fight Night 108, evento que foi realizado na cidade de Nashville (EUA) no último sábado (22), o americano não mediu suas palavras, xingou o Ultimate e fez questão de colocar seu futuro na organização em xeque.

Em entrevista logo após a luta contra Sanchez, o parceiro de treinos de Chris Weidman explicou a razão de tanta insatisfação com a companhia. De acordo com Iaquinta, durante seus meses afastados do esporte ele não recebeu nenhum tipo de auxílio financeiro do Ultimate ou de outras empresas. Por isso, o americano quer renegociar seu contrato e garantiu que nem a chance de lutar em Long Island, sua cidade natal, seria o suficiente para fazê-lo mudar de ideia.

“Isso seria algo que eu realmente adoraria fazer, mas não vou fazer isso pelo contrato que tenho agora. Provavelmente não. Definitivamente não para um adversário que está no topo. Esses caras são perigosos. Eu não vou lá receber o que estou sendo pago para me machucar. Há a chance de uma les?o, se eu estiver fora por dois anos, e como vou ganhar algum dinheiro? Não tenho patrocinadores. Não há nada. Esses últimos anos têm sido um alerta para mim”, relatou em entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

Enquanto esteve fora do MMA, Iaquinta recorreu a outra profissão para conseguir sustentar sua família. O americano de 29 anos passou a trabalhar como corretor de imóveis em Long Island, cidade localizada no estado de Nova York, e, ao que tudo indica, obteve sucesso na empreitada - o que faz com que ele não seja mais tão dependente do UFC. E, para completar sua frustração com a organização, seu nocaute sobre Sanchez não ganhou nenhum prêmio bônus, sendo este o estopim para sua revolta nas redes sociais.

“Ei, UFC, vá se f****”, escreveu em sua conta no Twitter o americano com cartel de 13 vitórias e três derrotas no MMA.

Confira abaixo a publicação de Al Iaquinta em sua conta na rede social (ou clique aqui):

Hey @ufc go fuck yourself

— Al Iaquinta (@ALIAQUINTA) April 23, 2017

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo