Esporte

Nada de MMA! Treinador aponta prioridade de Ronda em "criar filhos"

Ag. Fight

29/04/2017 09h00

Ronda Rousey perdeu as duas últimas lutas que travou no UFC –  Diego Ribas

Ao que tudo indica, o futuro de Ronda Rousey realmente está cada vez mais distante do octógono. Aos 30 anos e agora acumulando duas derrotas seguidas, a ex-campeã feminina dos galos (61 kg) não dá pintas de querer retornar a carreira de lutadora e isso parece estar claro para sua equipe e pessoas próximas.

Desta vez quem falou sobre o futuro da loira foi Justin Flores, um de seus treinadores. Em entrevista ao ‘Submission Radio’, o mestre refletiu sobre o que aguarda para o futuro de Ronda. De acordo com o americano, neste momento da vida, a judoca não deve mais estar pensando em voltar ao cage. Ao menos por enquanto.

“Pessoalmente, eu não acho que é isso que ela quer neste momento da vida dela. Não estou descartando nada. Talvez depois. Mas eu apenas não vejo isso sendo algo que ela quer entrar e focar toda sua força para ser a melhor. Porque se ela vai fazer tudo, até onde eu a conheço, ela vai fazer para ser a melhor. E não que eu não acho que ela pode ser a melhor, apenas não sei se o corpo e a mente dela nesse estágio da sua vida acham que é o melhor para ela. Ela tem competido por toda a vida. A vida inteira dela foi sobre ser a melhor e apenas acho que o melhor para ela é estar bem não sendo lutadora”, analisou.

“Amo ela muito, cara. Apenas sei a dor que ela viveu psicologicamente, fazendo isso desde sempre, múltiplas cirurgias, concussões, quebrando ossos, corte de peso. Todas essas coisas acumuladas. Então, tendo 30 anos agora e fazendo isso desde que tinha oito anos sem parar, digo, a milhagem que você colocou no seu corpo e ela colocou no corpo dela, não sei se ela quer fazer isso. Viver uma longa e feliz vida e cuidar de crianças com o Travis, que eu sei que é o futuro”, concluiu.

Ronda Rousey perdeu o cinturão do UFC em novembro de 2015, quando foi nocauteada por Holly Holm. Em dezembro do ano passado, a americana voltou, mas foi novamente nocauteada, dessa vez pela brasileira Amanda Nunes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo