Topo

MMA

Dana White veta cinturão interino para Anderson Silva e aumenta polêmica

Michael Reaves/Getty Images
Dana White Imagem: Michael Reaves/Getty Images

Ag. Fight

06/05/2017 12h40

 

As reclamações e exigências feitas por Anderson Silva não surtiram efeito. Na última segunda-feira (1°), o "Spider" soltou o verbo durante uma entrevista no programa ‘The MMA Hour’, quando acusou o Ultimate de não respeitar sua história, exigiu que sua luta no UFC Rio seja contra Yoel Romero valendo o cinturão interino dos pesos-médios (84 kg) e ameaçou pendurar as luvas caso isso não aconteça. Mas, se depender do presidente da organização, Dana White, o ex-campeão pode muito bem finalizar seu ciclo nos cages.

Durante uma conversa com o site ‘TMZ’, Dana garantiu que não promoverá qualquer luta de Anderson valendo o cinturão interino da divisão. O dirigente ainda foi além e sugeriu que, se o Spider considera, de fato, se aposentar, então que é melhor ele pendurar logo suas luvas.

"Nos últimos anos, todas as vezes que eu lido com o Anderson é interessante. Ele quer um cinturão interino e, obviamente, nós não faremos isso. Ele está vindo falar publicamente e você sabe e minha política quanto a isso. Se você fala de aposentadoria, então é melhor se aposentar de uma vez. Se você considera uma aposentadoria, então é melhor seguir seu caminho. Nós não vamos fazer uma luta por cinturão interino. Isso não acontecerá", declarou.

Toda a polêmica começou depois que Kelvin Gastelum, escalado para enfrentar o Spider no UFC Rio, evento que será realizado no próximo dia 3 de junho, foi flagrado em um exame antidoping por uso de maconha e retirado do card. Desde então, a organização e o brasileiro não chegaram a um acordo sobre a luta. Será esse o fim de Anderson Silva?

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!