Topo

MMA

Gastelum critica STJD, recusa lutar no Brasil e diz: "Só querem dinheiro"

Vaughn Ridley/Getty Images/AFP
Kelvin Gastelum (esq.) derrotou Tim Kennedy no UFC 206 Imagem: Vaughn Ridley/Getty Images/AFP

Ag. Fight

08/05/2017 10h07

Kelvin Gastelum não ficou nem um pouco feliz com a punição que tomou após ser flagrado no exame antidoping pelo uso de maconha. Suspenso por três meses, multado em 20% da bolsa e com a vitória sobre Vitor Belfort anulada, o americano usou as redes sociais para desabafar.

Em um tuíte publicado nesse domingo (7), Gastelum direciona sua fúria ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do MMA (STJD-MMA), órgão responsável pela punição do americano, já que o duelo contra Belfort foi em Fortaleza. O atleta de 25 anos prometeu nunca mais competir em solo nacional.

“Suspensão aceita, mas eu NUNCA mais vou lutar no Brasil. Tudo o que eles querem é $$$$”, escreveu o norte-americano.

Suspenso até dia 11 de junho, Gastelum iria enfrentar Anderson Silva no UFC 212, marcado para o dia 3 de junho. Com o veto, Spider acabou também deixando o card e agora o americano tenta convencer o Ultimate e o brasileiro a realizarem este duelo nos Estados Unidos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!