MMA

Spider desabafa após se negar a lutar no UFC Rio: "Respeitem nosso valor"

Ag. Fight

09/05/2017 12h23

A relação entre Anderson Silva e UFC não anda das melhores. E tudo veio à tona quando Spider deu uma entrevista bombástica para o programa ‘MMA Hour’ onde se disse cansado daquilo que ele classificou como “falta de respeito” do Ultimate e chegou até a ameaçar parar de lutar caso não tivesse algumas condições aceitas pela organização.

Dana White, presidente do Ultimate, respondeu negando o título interino e então Anderson disse em suas redes sociais que não lutaria mais no UFC 212, programado para dia 3 de junho, no Rio de Janeiro. Após toda essa confusão, nesta terça-feira (9), o brasileiro publicou em seu Instagram um longo texto falando sobre “o poder do não”, o que pode ser considerado uma mensagem clara ao UFC.

“Dizer sim quando quer dizer não, é dar mais valor aos outros do que a si próprio, é não colocar seu valor no lugar certo, é não impor limites, e isso é não se respeitar. É o mesmo que dizer que o que sentimos não vale nada, que os outros podem passar por cima de você à vontade”, diz o texto logo no início.

Fora do UFC 212, o futuro do brasileiro no maior torneio de MMA do mundo segue sendo uma incógnita. E, apesar de Spider ter garantido que poderia até se aposentar caso o Ultimate não lhe desse a possibilidade de disputar o cinturão interino dos médios (84 kg), nenhuma decisão oficial foi dada ainda.

Confira abaixo o texto de Anderson Silva na íntegra:

Dizer sim quando quer dizer não, é dar mais valor aos outros do que a si próprio, é não colocar seu valor no lugar certo, é não impor limites, e isso é não se respeitar. É o mesmo que dizer que o que sentimos não vale nada, que os outros podem passar por cima de você a vontade. E eles passam, se você permitir, eles vão passar sem dó nem piedade, esquecendo tudo que você conquistou através de honra e dedicação. Se nós permitirmos vão destruir nossos valores. Este é o caminho dizer não. Quando não quero alguma coisa, simplesmente digo não. Sem raiva nem emoção. Um não é só uma negativa. É nosso limite. Um direito que temos de decidir o que desejamos ou não fazer. É uma forma de fazer com que as pessoas respeitem o nosso valor, isso se dá o nome de dignidade. Quando nos colocamos com sinceridade, dizendo o que sentimos, somos respeitados. As pessoas gostando ou não. Então se você sabe o seu valor, não deixe que nada destrua ele nada e nem ninguém. Se você pegar uma nota de 100 reais e amassar, pisar, jogar no chão e depois desamassar, pegar ela, perguntar para alguém quanto ela vale, as pessoas inteligentes vão responde que a nota vale 100 reais, então não importa o quanto pisem em você, o quanto vão amassar você, seu valor ninguém pode mudar.
Obrigado meu povo. Beijo no coração

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

 

 

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

UOL Esporte - MMA
Na Grade do MMA
Blog do Ohata
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - Imagens
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo