Esporte

De olho no cinturão, Edson Barboza pede revanche e crava vitória sobre Ferguson

Ag. Fight

11/05/2017 16h04

Edson Barboza  perdeu para Tony Ferguson em dezembro de 2015 – Jéssica Portasio

Não é de hoje que Edson Barboza encanta os fãs de MMA com nocautes plásticos e se destaca como um dos grandes nomes da divisão dos pesos-leves (70 kg) do UFC. No entanto, apesar de fazer parte do plantel da organização desde 2010, o atleta ainda não recebeu nenhuma chance de disputar o título da categoria. E de olho em um combate que lhe garanta tal oportunidade, o brasileiro não perdeu tempo e  voltou a garantir o desejo de fazer uma revanche contra Tony Ferguson, seu último algoz.

Curiosamente, os últimos quatro combates de Edson foram contra atletas que figuravam em colocações piores do que a dele no ranking oficial do UFC. Por isso, o brasileiro vê em uma revanche contra Tony Ferguson, americano que o desbancou em 2015 e que ocupa o posto de número dois da divisão, a chance de assegurar sua disputa pelo título. E de quebra, o especialista na trocação também se disponibilizou para um duelo com Khabib Nurmagomedov.

“Uma luta com o Tony seria mais interessante porque é uma revanche. Aceitei aquela luta com quatro semanas de antecedência. Sei que isso não é desculpa, mas ele me acertou aquele chute estranho que todos viram e eu fiquei tonto, mas sem desculpas. Uma luta com ele, com camp completo e sem chute ilegal, tenho certeza de que eu sairia vencedor. É por isso que estou aqui, nem precisa ser pelo cinturão interino. Com algum desses dois eu lutaria agora, com certeza. Se por pelo cinturão interino, melhor ainda”, garantiu em entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

Além de revelar os atletas que gostaria de enfrentar em suas próximas apresentações pelo Ultimate, Barboza também revelou que se encontrou com executivos do UFC para discutir o seu futuro na organização. E de acordo com o brasileiro, nem mesmo Dana White, presidente da organização, sabe o que está por vir na divisão dos leves - o que pode ser explicado pelo fato de que Conor McGregor, o campeão da categoria, está de férias desde novembro de 2016.

“Quando conversei com o Sean Shelby e o Dana White, eles disseram que não sabem o que acontecerá. Eles também estão esperando, existe a possibilidade de lutar pelo cinturão, a possibilidade de esperar e a chance de lutar mais uma. Eles não sabem, ninguém sabe o que acontecerá nessa divisão”, completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo