MMA

Empresário afasta risco de aposentadoria de Anderson Silva

Felipe Dana/AP
Anderson Silva desabafa sobre sua situação no UFC Imagem: Felipe Dana/AP

Ag. Fight

11/05/2017 13h44

Ao que parece, os fãs de Anderson Silva podem ficar tranquilos com relação à uma possível aposentadoria do atleta. Apesar das ameaças feitas pelo ‘Spider’ no último dia 1° – quando apontou que penduraria as luvas caso não houvesse uma luta por cinturão – e da indiferença do presidente do UFC, Dana White, que negou categoricamente a chance de disputar o título interino ao ex-campeão peso-médio (84 kg), o empresário do veterano, Jorge Guimarães, não acredita que o brasileiro irá parar de lutar agora. Pelo contrário.

Na visão de ‘Joinha’, Anderson já construiu o seu legado no esporte e acumulou uma fortuna que o permite aposentar e viver uma vida tranquila longe dos cages. Contudo, mesmo assim, o empresário acredita que o ex-campeão ainda está longe de pendurar suas luvas. De acordo com empresário, o Spider vem treinando muito bem e, inclusive, fez mudanças em sua dieta para melhorar sua alimentação.

“O Anderson hoje em dia tem condições de se aposentar quando quiser. Ele já fez o suficiente no esporte e por esse esporte. Construiu seu legado e defendeu seu título dez vezes em uma sequência de 16 vitórias seguidas. Então, ele tem todo o direito de se aposentar. Mas, eu como empresário, acho que ele ainda tem muita lenha para queimar. Eu vejo ele treinando e nada mudou desse tempo para cá – apenas a idade. Muito pelo contrário. Ele mudou seus hábitos alimentares e está se alimentando de uma forma como nunca fez antes. Ele está treinando de forma muito inteligente e eu acho que ele ainda pode dar muito trabalho e, inclusive, ganhar esse cinturão de volta”, contou em conversa com a reportagem da Ag. Fight.

Apesar da declaração de Anderson sobre a possibilidade de se aposentar e do aparente clima hostil que se instalou entre o brasileiro e o presidente do UFC, Dana White, Joinha fez questão de minimizar toda a situação. Para o empresário, nada mudou para o Spider com relação à sua vontade de lutar novamente.

“Tudo isso é indiferente, ele estava com algumas coisas atravessadas na garganta e tirou do sistema. Ele meio que quis falar, mas nada mudou, a motivação continua igual. O Anderson fala o que ele pensa e o Dana fala o que ele pensa. Mas, no final, os dois se gostam. Tenho certeza disso. O problema é que os dois falam o que pensam mas ninguém cede”, afirmou.

A polêmica entre Anderson e o Ultimate começou depois que Kelvin Gastelum, escalado para enfrentar o Spider no UFC Rio, evento que será realizado no próximo dia 3 de junho, foi flagrado em um exame antidoping por uso de maconha e retirado do card. Desde então, o atleta e a organização não entraram em acordo para uma possível outra luta.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo