Topo

MMA

Bisping mantém programação para outubro e diz: "Espero lutar com GSP"

Diego Ribas/Ag. Fight
Bisping x GSP Imagem: Diego Ribas/Ag. Fight

Ag. Fight

17/05/2017 10h20

 

Ao que parece, a novela envolvendo a disputa de cinturão dos médios (84 kg) ainda está bem longe de acabar. Isso porque, depois de anunciar que Michael Bisping enfrentaria Georges St-Pierre, o Ultimate voltou atrás e colocou Yoel Romero como próximo postulante ao título. Mas faltou apenas comunicar oficialmente os atletas que antes estavam envolvidos no duelo.

Foi o que garantiu o atual campeão. Falando ao seu próprio podcast ‘Believe You Me’, o inglês admitiu que compreende a chateação do restante da categoria em ter que esperar até outubro para que o cinturão seja colocado em jogo. No entanto, ele garantiu não ter sido comunicado de qualquer mudança e revelou que segue sua programação para encarar St-Pierre.

"Não tem motivos para falar. Alguns têm, para ser honesto. Yoel estava por um tempo esperando. Eu entendo isso. Robert Whittaker está ali e Gegard também, mas eu tenho uma luta agendada e até eu ouvir alguma coisa diferente de uma fonte oficial, estou esperando lutar com GSP", afirmou o campeão.

A luta com GSP aconteceria apenas após outubro, que é quando o canadense se disse apto a retornar ao octógono. Isso gerou a revolta dos principais nomes da categoria, como Luke Rockhold, Whittaker e até mesmo Anderson Silva, que ameaçaram entrar em greve. A insatisfação gerou resultado e Dana White, presidente do UFC, voltou atrás colocando Romero como próximo na fila pelo título – o que é novidade para Bisping.

"Honestamente, isso é novo para mim. Eu não ouvi nada sobre isso. Falei com Georges e ele disse que também não ouviu nada oficialmente e eu continuo sem ouvir nada do UFC ou Dana White. Eu sei que muitas pessoas estão reclamando sobre essa potencial demora com Georges, então vamos ver o que acontece", garantiu.

"Para esclarecer, até agora não tem uma palavra oficial do UFC. Eu não ouvi nada e Georges continua esperando isso. Eu continuo esperando por isso. Me foi oferecida essa luta duas vezes. Foi oferecido em outubro e nunca se materializou. Me foi oferecido em janeiro ou fevereiro e se materializou, nós tivemos a coletiva, apertamos as mãos, ficamos lá em Las Vegas e falamos algumas m... Ok, nós não tivemos um acordo, mas esse era o plano esperar até novembro é um atraso significante, entendo isso. Mas como eu disse, nós temos um acordo e eu gostaria de conversar com o UFC para entender o que está acontecendo", completou Bisping.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!