Topo

MMA

Joanna abre as portas para nova categoria: "Quero ser como o McGregor"

Ronald Martinez/Getty Images
Joanna Jedrzejczyk exibe cinturão depois de vencer Jéssica Andrade no UFC 211 Imagem: Ronald Martinez/Getty Images

Ag. Fight

30/05/2017 14h04

 

Joanna Jedrzejczyk está sobrando. Invicta na carreira, a polonesa conquistou o cinturão dos pesos-palhas (52 kg) em março de 2015 e, desde então, já defendeu o título em cinco oportunidades. E o domínio absoluto de sua divisão parece ter feito a lutadora voltar os seus olhos para a recém-criada categoria peso-mosca (57 kg) feminina, onde poderia buscar mais um título – feito alcançado em 2016 por um ‘certo irlandês’.

Em conversa com o site ‘TMZ’, Joanna apontou que quer se tornar uma referência no esporte em seu país. E, assim como Conor McGregor, a polonesa garantiu que quer ser campeã em duas categorias e abriu a possibilidade de subir para os moscas em 2018.

“Quero ser lembrada como uma das maiores atletas da Polônia. Eu fiquei sabendo da nova divisão peso-mosca, então quem sabe ano que vem não vou encarar alguém com 57 kg pelo meu segundo cinturão. Quero ser como o Conor McGregor. Quero dizer, não entenda errado. Eu também quero ser campeã em duas categorias diferentes”, afirmou.

Aos 29 anos de idade, Joanna é a maior atleta do Ultimate no momento. E o posto ocupado atualmente pela lutadora já foi de uma americana, ex-campeã do UFC, que parece servir de exemplo para a polonesa:

“Ela fez muito por todas nós e por esse esporte. Ela elevou a mídia em torno do MMA e do UFC. Mesmo ela não sendo mais a campeã, para mim e para outras pessoas ela ainda é a campeã. Então, eu quero construir o meu legado e seguir os passos da Ronda. Ela é um ícone e não precisa mais lutar se ela não quiser”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!