Topo

MMA

UFC ignora pedido, e Cyborg e perde "rival dos sonhos"; entenda

AP Photo/Eraldo Peres
Cris Cyborg se envolveu em briga com lutadora americana Imagem: AP Photo/Eraldo Peres

Ag. Fight

01/06/2017 11h51

 

A vida de Cris "Cyborg" não está nada fácil. Depois de deixar clara a sua insatisfação com o UFC e celebrar a proximidade do final de seu contrato, a brasileira viu mais um de seus pedidos não ser atendido. Desta forma, a "rival dos sonhos" Megan Anderson não foi contratada e seu nome segue em risco para o show do dia 29 de julho.

A confirmação da negativa a Cyborg foi oficializada nesta quarta-feira (31) quando, mesmo depois de uma campanha nas redes sociais, Megan foi escalada oficialmente para defender seu cinturão dos pesos-penas (66 kg) do Invicta FC contra Helena Kolesnyk no dia 15 de julho, o que vetou o duelo entre a atual e ex-campeão do show.

Cyborg, dessa forma, segue sem oponente e agarrada à esperança de se apresentar no final de julho no UFC, data que parece agradar apenas à americana Cat Zingano, que se ofereceu para o duelo após as negativas da campeã Germaine de Randamie em defender seu posto diante da brasileira.

Após vencer Holly Holm em fevereiro, Germaine garantiu o título inédito e se afastou da imprensa. Após meses de "sumiço", quando problemas pessoais foram especulados para a postura da holandesa, a campeã revelou publicamente que prefere devolver o título a enfrentar Cyborg.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!