Esporte

Fazenda e salão de beleza! Conheça trajetória de estreante brasileiro no UFC

Ag. Fight

02/06/2017 14h50

Deiveson Alcântara fará a sua estreia no Ultimate – Reprodução

A vida de Deiveson Alcântara está prestes a mudar. Invicto na carreira com 11 vitórias, o peso-mosca (57 kg) foi contratado pelo maior torneio de MMA do mundo e fará a sua estreia no próximo sábado (3). E justamente no evento mais importante da companhia no Brasil em 2017: o UFC 212, marcado para ser realizado no Rio de Janeiro. Mas, se as coisas estão dando certo para o ‘Daico’ atualmente, a sua trajetória para chegar ao Ultimate não foi nem um pouco fácil.

Nascido em uma família humilde, Alcântara morou em uma fazenda durante boa parte de sua infância e enfrentou diversas adversidades para seguir o sonho de se tornar lutador. E essa conquista só foi possível com a ajuda do peso-galo (61 kg) do UFC, Iuri ‘Marajó’, que o acolheu em sua academia.

“Minha trajetória é uma trajetória muito difícil, eu morava na fazenda né e meu pai era da feira. Foi só dos 12 para os 13 anos que eu fui para a cidade. Foi quando me identifiquei com muito com a capoeira, e depois conheci o Iuri ‘Marajó’. Pedi para treinar com ele e ele deixou. Minha primeira luta foi em Feira, e a segunda em Belém do Pará. Aí me estabilizei e com 20 anos vim morar em Belém. Comecei os treinamentos na academia do Michel ‘Trator’, passei três anos ao lado dele e fiz mais quatro lutas. Aí voltei para o Marajó e o UFC veio”, contou em conversa com a reportagem da Ag. Fight, antes de revelar que chegou a trabalhar até como cabelereiro para poder se sustentar.

“Sempre batalhei muito, já trabalhei como moto taxista, cortando cabelo porque fui cabelereiro também. Sempre me virei para me manter, sempre batalhei porque meus pais se separaram e a gente sempre correu atrás. Mantive o pensamento de que as coisas dariam certo e graças a deu deram, vim parar no UFC”, afirmou.

Prestes a fazer a luta mais importante de sua carreira contra Marco Beltran, Alcântara confia na sua trocação para sair com a vitória. De acordo com o brasileiro, a sua estratégia para o duelo será abafar e cansar o mexicano.

“Minha preparação está 100%, a todo vapor para o Marco Beltran. Gosto de brigar também, sou um striker também e tenho certeza eu será uma grande luta. Estou bem preparado. Sou um striker né, a minha preparação para essa luta é para abafar ele e matar um pouco do físico dele, né, cansar ele um pouquinho. Mas, se não der certo, a gente vai para o plano b mesmo, que é cair para porrada e buscar um nocaute. Minha previsão para o combate é um nocaute, e ainda o melhor da noite. Quero ganhar o bônus, e minha previsão é que essa luta não passe do primeiro round. Confio nos meus punhos”, finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo