MMA

Belfort admite mudança de estilo e concentração para não ouvir torcida

Marcelo de Jesus/UOL
Vitor Belfort venceu por decisão unânima Nate Marquardt Imagem: Marcelo de Jesus/UOL

Ag. Fight

04/06/2017 09h00

 

Após mais de um ano e meio sem vencer um combate, Vitor Belfort voltou a sair do octógono com o braço erguido. Na madrugada desse domingo (4), o brasileiro superou Nate Marquardt por pontos no UFC 212, evento realizado no Rio de Janeiro, e provou que está, de fato, se "reinventando". Pelo menos, no que diz respeito ao seu estilo de luta.

Acostumado a começar seus combates sempre a mil por hora e encurralando seus oponentes, Belfort mostrou uma estratégia bem diferente contra Marquardt. Paciente e consciente, o atleta não se afobou e esperou as brechas e momentos certos para soltar seus golpes. E toda essa mudança de postura foi previamente traçada com seu treinador.

"O que falei com meu treinador foi para deixar o 'Fenômeno' lutar e o 'Vitor' assistir. Quando eu ouvi a torcida gritando pensei, 'agora vou para cima'. Mas, então, refleti e percebi que era melhor me segurar. Acontece que as pessoas estão acostumadas a me ver nocauteando meus adversários. A torcida viu que cheguei perto de nocauteá-lo em duas oportunidades", revelou durante coletiva de imprensa após o UFC 212.

Nitidamente aliviado após o combate, Belfort festejou a vitória, mas ressaltou que gostaria de ter nocauteado. De acordo com o Fenômeno, os fãs estão acostumados a ver ele finalizar seus combates sem a necessidade das papeletas dos juízes.

"Você tem que ficar feliz com qualquer vitória. Mas eu queria ter vencido por nocaute. Eu machuquei ele no segundo round. Mas eu queria lutar todos os rounds. Estou me reinventando. Queria me testar e acabei tendo mais potência no terceiro round do que no primeiro", afirmou, antes de apontar a importância de sua mudança de estilo para ter saído com a vitória.

"É parte do processo de me reinventar. Agora, as pessoas não sabem se eu vou explodir no primeiro ou no último round", explicou.

Lutador profissional de MMA desde 1996, Belfort está no esporte há mais de 20 anos. Durante toda a sua extensa carreira, o Fenômeno acumulou um cartel com 26 vitórias, 13 derrotas e uma luta sem resultado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo