MMA

Charles 'Do Bronx' sonha alto e mira quebra de recordes no UFC

AP Photo/Jeffrey T. Barnes
Charles do Bronx comemora vitória sobre Will Brooks no UFC 210 Imagem: AP Photo/Jeffrey T. Barnes

Ag. Fight

10/06/2017 10h00

Charles ‘Do Bronx’ vive um momento iluminado de sua vida. Nos últimos meses, o lutador foi agraciado com o nascimento de sua primeira filha e também conquistou uma vitória arrasadora sobre Will Brooks em momento delicado de sua carreira. Agora, aproveitando a boa fase, o lutador natural do Guarujá garantiu em entrevista à reportagem da Ag. Fight, cidade localizada no litoral do Estado de São Paulo, que vai em busca de uma empreitada no mínimo ousada no UFC: quebrar recordes.

Apesar de não estar no top 15 dos penas (66 kg) ou dos leves (70 kg), categorias em que já competiu no UFC, os números do brasileiro justificam o porquê de seu planejamento. Aos 27 anos, sete deles dedicados ao maior evento de lutas do mundo, Charles já ostenta a incrível marca de nove vitórias por finalização, posto que o coloca lado a lado de nomes como Nate Diaz e Damian Maia e apenas a uma vitória de Royce Gracie, o recordista. De quebra, ele ainda revelou o interesse em alcançar o posto de atleta com mais prêmios-bônus da organização. Contudo, para alcançar tal feito ele precisará se esforçar ainda mais, já que faltam seis cheques-extras para igualar Joe Lauzon e Nate Diaz, líderes que ostentam 15 bonificações.

“Sempre quis estar no UFC, junto com os melhores, e acho que a minha finalização, a chave de panturrilha (contra Eric Wisely em 2012), nunca havia sido vista no mundo do MMA, e já tenho esse recorde lá. Com certeza tenho muita lenha para queimar ainda no UFC, estou ao lado de grandes nomes como Demian e Nate, então com certeza eu quero bater esse recorde e continuar finalizando mais gente lá dentro para poder crescer ainda mais”, analisou.

“Estou querendo bater recordes, né? Esses caras estão no UFC desde muito antes de eu chegar, são caras que logo devem se aposentar. Eles já tem uma certa idade, então com certeza eu tenho essas metas de vencer cada vez mais, ganhar bônus e bater recordes”, ponderou.

Apesar da boa fase e dos planos para o futuro, Do Bronx não esconde que falta uma coisa para o momento ser ainda melhor: seu retorno para a divisão dos penas (66 kg). Após não bater o peso para sua apresentação contra Ricardo Lamas em novembro de 2016, o UFC impôs ao brasileiro que subisse de divisão, e assim foi feito. E nem mesmo a vitória sobre Will Brooks, já na nova divisão, foi o suficiente para fazê-lo desistir da ideia de deixar os leves (70 kg).

“O Brooks era um cara duríssimo, um cara de respeito, e foi bem convincente mesmo. Mas quero voltar para os 66 kg, é lá que quero lutar e me sinto bem. Agora é esperar, estamos negociando. Nunca fui de escolher luta, sempre enfrentei caras de grandes nomes e acho que isso me ajudará. Vamos ver , talvez fazer mais no 70 kg ou descer”, sugeriu.

Independentemente da decisão do Ultimate sobre a categoria em que o brasileiro competirá em sua próxima apresentação, Charles tem agora um motivo extra para se superar ainda mais e alcançar seus tão almejados planos. Com o nascimento de Tayla, sua primogênita, o brasileiro garantiu ainda mais foco em seus compromissos no octógono, mas ressaltou que o importante é ser feliz - o que não deve ser na difícil ao lado da filhota.

“Nunca deixei nada ultrapassar minha performance ou disse que foi por causa disso ou daquilo. Acho que assim como na minha primeira luta antes da minha filha nascer, quando eu estava muito feliz e contente pelo nascimento dela, me manterei focado. Lógico que sei que agora tenho algo maior para me incentivar, que é a minha filha, por isso agora é andar para frente e ser feliz. Querendo ou não, minha filha estará ali me olhando”, completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Topo