Topo

MMA

Cris Cyborg celebra confirmação de seu nome para luta por cinturão do UFC

Eraldo Peres/AP
Cris Cyborg vai enfrentar Megan Anderson pelo título dos penas do UFC Imagem: Eraldo Peres/AP

Ag. Fight

19/06/2017 11h55

 

Foram meses de espera, indefinições e rumores até que, enfim, Cris Cyborg fosse oficializada para uma luta pelo cinturão do UFC. A confirmação chegou na manhã desta segunda-feira (19), quando a brasileira foi escalada para uma disputa diante de Megan Anderson para o card de número 214, a ser realizado no dia 29 de julho, pelo título dos pesos-penas (66 kg).

O confronto, que reúne as últimas campeãs peso-pena (66 kg) do Invicta FC, foi confirmado no mesmo dia em que a holandesa Germaine de Randamie foi retirada do posto de campeã do UFC devido às seguidas negativas de defender o cinturão contra a brasileira.

Com o anúncio oficial, Cyborg não demorou para usar suas redes sociais para festejar a chance e enaltecer o antigo evento que, de acordo com ela, valoriza os atletas e por isso merece o devido respeito no mundo das artes marciais mistas.

"O fato de estar lutando lutar com a Megan Anderson em 40 dias pelo cinturão do UFC prova que Shannon Knapp e o Invicta FC sempre colocam as lutadoras em primeiro lugar", narrou em uma série de posts em suas redes sociais sobre a confirmação de seu nome.

Agora ex-campeã do UFC, Germaine conquistou o título após vencer Holly Holm por pontos em fevereiro. Desde então, a atleta se recusou a enfrentar Cyborg, chegando a declarar que não o faria pelo história de atleta com exames antidoping (a brasileira foi flagrada em um teste em 2011).

O card do dia 29 de julho será realizado na Califórnia e contará com Jon Jones x Daniel Cormier, disputa válida pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg) como atração principal da noite.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!