MMA

Após perder cinturão, Germaine de Randamie insinua que pode deixar o UFC

Anthony Geathers/Getty Images/AFP
Germaine de Randamie durante luta contra Holly Holm Imagem: Anthony Geathers/Getty Images/AFP

Ag. Fight

20/06/2017 06h00

 

O Ultimate divulgou na manhã de segunda-feira (19) a notícia de que Germaine de Randamie havia sido destituída do posto de campeã peso-pena (66 kg) feminina da organização. Em um primeiro momento, a lutadora garantiu que a maior companhia de MMA do mundo não havia sequer lhe avisado sobre a decisão, e ainda revelou que descobriu a novidade pela internet. Por isso, através de uma de suas redes sociais, a holandesa emitiu uma declaração sobre o ocorrido e insinuou que pode até mesmo deixar o UFC.

Em nota publicada em sua conta no Instagram, a peso pena confirmou que a decisão do Ultimate foi tomada após ela se recusar a enfrentar Cris Cyborg, atleta brasileira que figura como a principal desafiante da categoria. De acordo com Germaine, ela tem suas razões para evitar enfrentar a ex-campeã do Invicta e do StrikeForce.

"Como muitos de vocês saberão, o UFC me destituiu do cinturão. Para aqueles de nós que não sabem o que isso significa; O UFC retirou meu título porque eu me recuso a lutar contra sua desafiante número um. (Eu tenho meus motivos para isso) É ótimo ouvir esta notícia da mídia e lamento que ela esteja acontecendo, mas é o que é! Bem, eu ouço você pensar novamente: "Ela está assustada! Que campeã ruim! Uma vergonha para o esporte! Ela não mereceu ser uma campeã!". Já vi tudo por aí. Mas, além do que todos pensam ou acham, estou caminhando pelo meu próprio caminho. E você pode concordar ou não", escreveu.

"Estar destituída não significa que eu estou parando. Isso significa apenas que tenho ainda mais razões para não desistir do que acredito e quero. O UFC não é mais para mim! É fácil ficar com a multidão. Leva coragem para ficar sozinho: "Morra com memórias e não sonhos'", completou.

Com a notícia de que Germaine não é mais a campeã peso-pena, o Ultimate escalou Cyborg para enfrentar Megan Anderson no UFC 214, evento que será realizado no próximo dia 29 de julho em Anaheim (EUA), conforme anunciado pela própria organização também na manhã desta segunda-feira.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Na Grade do MMA
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Topo