Esporte

Bisping detona quem o compara a ex-campeã destituída do cinturão: "Filhos da p***"

Ag. Fight

21/06/2017 16h30

Campeão dos médios (84 kg), Michael Bisping é atleta do UFC desde 2006 – Diego Ribas

Detentor do título peso-médio (84 kg) do UFC, Michael Bisping não é uma unanimidade quando o assunto é ser um campeão que defende seu título e enfrenta os atletas melhores ranqueados de sua categoria. Por isso, quando o Ultimate anunciou na última segunda-feira (19) que Germaine de Randamie havia sido destituída do seu cinturão dos penas (66 kg) por se recusar a enfrentar Cris ‘Cyborg’, muitos fãs de MMA se indagaram sobre o fato de que talvez o inglês merecesse a mesma punição. No entanto, ‘The Count’ não gostou nada dessa comparação e aproveitou para mandar um recado nada amigável para seus críticos.

Durante seu podcast denominado ‘Believe You Me’, o peso-médio não perdeu tempo e logo se defendeu de quem acredita que ele evite enfrentar os melhores adversários da divisão. Para justificar o seu ponto de vista, o inglês relembrou que passou por sucessivas lesões no joelho, o que o impediu de colocar seu cinturão em jogo nos últimos anos contra Ronaldo ‘Jacaré’ e Yoel Romero, por exemplo. Situação essa que, de acordo com Bisping, é bem diferente da de Germaine.

“Tenho que ter cuidado com o que digo aqui, porque sei que todo mundo vai falar sobre mim e dizer: ‘Você é uma mulherzinha f*****, que defendeu  contra Dan Henderson. Você está evitando os primeiros da divisão’, mas isso não é o que aconteceu, filhos da p***. O UFC me ofereceu Dan Henderson, peguei a luta e depois tive uma cirurgia no joelho. Duas cirurgias de joelho, na verdade”, relatou o inglês durante o programa.

“A coisa sobre Germaine que sempre me irritou desde o início foi quando ela venceu Holly Holm e ganhou o cinturão. Ela imediatamente disse no ringue, porque Rogan  tentou armar uma luta dela com a Cyborg: ‘Não, não, eu não posso fazer isso. Eu tenho que passar por uma cirurgia na mão’. Imediatamente depois de vencer a luta ela estava conversando com Rogan e se esquivando da candidata número um e dizendo que precisaria de uma cirurgia de mão. Então, na conferência de imprensa pós-luta, ela disse: ‘Acho que deveria fazer uma revanche com Holly, porque foi realmente apertada ’. Então, qual é, você precisava mesmo de cirurgia na mão ou não?”, indagou.

Aos 38 anos, Michael Bisping defendeu seu cinturão apenas um vez desde que destronou o então campeão Luke Rockhold, em junho de 2016. A defesa do inglês foi diante de Dan Henderson, nome muito contestado na época, já que se tratava de um atleta que nem figurava mais entre os top 10 do ranking da categoria. Contudo, o peso-médio se esquivou das críticas e deu a entender que estará apto a enfrentar Yoel Romero, atual primeiro colocado da categoria, assim que se recuperar da lesão no joelho.

“Eu sei que as pessoas vão falar merda, porque parece de fora que estou simplesmente evitando o Yoel, o que não é o caso. Eu tive duas cirurgias de joelho, voltei a treinar agora, mas ainda não consegui fazer um camp de treino. Mas eu vejo paralelamente que as pessoas vão me chamando de um p*** hipócrita”, completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo