MMA

Intercâmbio, inglês e cinturão. Jacaré traça objetivos por sequência no UFC

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Ronaldo Jacaré perde para Robert Whittaker no UFC Kansas Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

24/06/2017 07h00

 

Que o momento vivido por Ronaldo "Jacaré" no MMA não é dos melhores todos sabemos, já que, além de sofrer um nocaute surpreendente para Robert Whittaker em seu último combate, o manauara ainda se recupera da cirurgia feita no músculo do peito para curar uma lesão que o atormentava há tempos. Contudo, nem mesmo a fase atual é capaz de atenuar a vontade e o ímpeto do ex-campeão do Strikeforce em dar a volta por cima e conquistar o título do UFC. E entre os objetivos traçados pelo peso-médio (84 kg) em sua empreitada rumo ao cinturão, está algo que muitos lutadores brasileiros se recusam a fazer e que ajuda mais fora do que dentro dos octógonos: um intercâmbio para aprimorar o inglês.

Apesar dos 37 anos de idade, o brasileiro dá indícios de que pretende manter a carreira a todo vapor, e a decisão de passar um tempo nos Estados Unidos para aprimorar sua fluência na língua mais falada do ocidente é uma prova disso. Afinal, ainda que as lutas de MMA  sejam definidas dentro do octógono, o conhecimento do idioma auxilia na promoção das lutas e, consequentemente, no retorno financeiro. O que, para alguém que está temporariamente de molho e na constante busca pela evolução, é mais do que importante.

"Preciso aprender a falar inglês, ir e meter a cara. Vou aprender a falar. O principal são as coisas que englobam tudo isso. Já consigo me comunicar e falar algumas coisas, mas estou indo para lá justamente por isso. É tudo, para ajudar na carreira e para saber também. Tudo que vier para somar é bom, e como estou parado e fazendo só parte técnica não tem nada mais justo do que unir o útil ao agradável. Estudar um pouco e aprender um pouco. Evoluir como pessoa e como atleta. Sempre fui um cara que buscou a evolução em tudo que fiz", analisou em entrevista à reportagem da Ag. Fight logo após confirmar a viagem para o próximo mês de julho.

O brasileiro ainda precisará de mais tempo até poder retornar aos treinamentos e iniciar a preparação para o seu próximo combate. No entanto, apesar de só prever sua volta aos octógonos para o final de 2017, Jacaré já sabe quem quer enfrentar: aquele que o faça chegar ao cinturão. E nem mesmo a derrota sofrida para Whittaker foi capaz de abalar a confiança do Manauara, já que, de acordo com seu ponto de vista, seu prestígio segue intacto junto ao UFC e a disputa do título dos médios é iminente no futuro.

"Até o final do ano . Não tenho um nome em mente, mas tenho um número, que é o número um. O cara que tá na boca para lutar pelo cinturão. Posso lutar contra qualquer um . Assim como lutei com muitos atrás do ranking, posso pegar qualquer um. É só me darem a oportunidade, nunca perdi uma revanche na vida, nem no jiu-jitsu. Quem não quer ver eu e o Romero ou eu e Whittaker ou eu e Rockhold? Quem não quer ver essa luta? Até porque eles estão fazendo bastante dinheiro, precisam chamar público", ponderou.

Além de analisar os objetivos em sua empreitada rumo ao título da divisão dos médios, Jacaré também não se esquivou quando o assunto foi a luta de Wanderlei Silva, seu amigo pessoal, contra Chael Sonnen pelo Bellator 180, neste sábado (24). E de acordo com o palpite do manauara, o americano não será páreo para a agressividade e o poder de nocaute do 'Cachorro Louco'.

"Estou muito animado  . O Wand até 93 kg é um animal, e acredito que o Wand chegará lá e quando começar a bater o Chael vai pedir para parar, não vai aguentar não", sentenciou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - Lutas
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo